Paixão pelo futebol

Por  |  0 Comentários


Futebol e casamento e casamento podem sim andar lado a lado. Quer ver só?

Poucos assuntos são tão delicados como religião e futebol, ainda mais no país do futebol. Afinal, nós somos 200 milhões de técnicos e especialistas no assunto. Em época de Copa do Mundo então…

Torcer por um clube de futebol mistura adoração, paixão, sentimentos fortes e muitas vezes beira o fanatismo. Implicar e zoar os amigos por causa de futebol é uma brincadeira que começa na infância, lembra a época da escola e brincadeiras na rua. Mas muitas vezes também resultam em alguma briga. Agora vamos imaginar a sua festa de casamento. São duas famílias celebrando o início de uma história de amor, cada uma com a sua paixão e muitos convidados animados e turbinados pela bebida. Na hora que o DJ toca o hino do time os convidados sempre inflamam, querem provar sua paixão por seu clube e quase sempre acontece alguma confusão. Como DJ, eu já presenciei diversas situações muito delicadas.

Futebol no casamento - Foto Feith Studio

Uma delas aconteceu quando o Fluminense foi rebaixado para a 3ª Divisão e os tricolores não aguentavam mais ser zoados. O noivo era tricolor doente e no meio da festa pediu para tocar o hino, que foi prontamente atendido. Pulou abraçado com padrinhos, amigos e familiares. Quando acabou, pediu para repetir e a noiva fez cara feira. Mais uma vez foi atendido. Aí, pediu para repetir pela terceira vez. Foi quando pedi para meu assistente assumir o som e não tocar o hino até eu falar com o cerimonial. Quando voltei, meu assistente estava completamente zonzo e com um galo enorme na testa. Alguns padrinhos eram lutadores de jiu-jitsu e um deles o agrediu com uma forte cabeçada. Foi bem desagradável.

Casamento no Salão Victoria, no Jockey da Lagoa. Eu me reuni algumas vezes com os noivos, trocamos muitas mensagens e eles me passaram algumas músicas que não podiam tocar na festa e outras que eles amavam. A festa estava animadíssima quando eu toquei “Jorge Benjor Medley” do Monobloco. Aí, explodiu de vez! Não tinha uma pessoa parada! Ou melhor, tinha uma… A mãe do noivo, que veio na minha direção com uma cara de poucos amigos e gritou: “Nas festas da minha família eu não admito que toque música do Flamengo! Pode tirar isso agora!”. Mas o que ela nunca poderia imaginar é que naquele dia eu havia recebido uma gravação inédita da Beth Carvalho cantando a música da torcida do Botafogo: e ninguém cala esse nosso amor! Corri no carro, peguei o CD e toquei a música. Virou Carnaval! Todos abraçados, pulando e cantando! Quando a música acabou, fui até a pista e dei o CD de presente para a mãe do noivo, que adorou e pediu para repetir!

Futebol no casamento - Foto Michele Iassanori

Outra situação curiosa aconteceu no Hotel Copacabana Palace. Casamento de um cirurgião plástico, torcedor fanático e ex-jogador do Vasco. No final da festa, show com Ivo Meirelles, presidente da Mangueira e flamenguista doente. Eu ainda perguntei brincando para o noivo: “Tem certeza que você escolheu o artista certo?”. Ele respondeu: “Fica tranquilo!”. O show estava bombando, todo mundo na pista dançando, quando Ivo mandou a pergunta: “Tem algum vascaíno presente?”. Em seguida puxou uma música dizendo que a torcida é pequeninha e cabe dentro de um Fusquinha… O noivo fechou a cara, subiu no palco e o tempo fechou! Desnecessário…

Mas o que acontece quando os noivos amam futebol e torcem para o mesmo time? Você já sonhou em se casar no Maracanã ou no Morumbi? Esse sonho é possível e no início de 2014 a 3R Studio realizou o primeiro casamento no Estádio do Maracanã! O casal Aline Bordalo e Alexandre Araújo, ela jornalista e ele comentarista esportivo, receberam 60 convidados e ainda ganharam uma festa de presente!

O Estádio do Morumbi também disponibiliza um camarote especial para festas de casamento.

Para quem gosta, realizar um casamento com o tema futebol pode ser muito divertido e inspirador. Os tradicionais noivinhos com uniformes de times no topo do bolo já são bem conhecidos. Os noivos podem fazer fotos em um campo de futebol, cada um com o uniforme do seu clube do coração ou em algum bar jogando totó (que também é chamado de pebolim), decorado com bandeiras, bolas de futebol, troféus, etc. Bolas de futebol também podem ser usadas para os noivos escreverem a data para fazer uma foto criativa para o Save The Date e também podem ser usadas para os convidados deixarem seus recados e mensagens para os noivos. Os docinhos e bem-casados podem ter as cores dos times da noiva e do noivo. E quando a pista bombar, vocês podem distribuir balões metalizados em formato de bola de futebol ou com os escudos dos dois times. Se vocês conseguirem marcar a data do casamento consultando a tabela do campeonato, vocês ainda podem montar um telão para exibir o jogo. A imaginação não tem limites e vocês só não podem se desentender no final!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

DJ expert há 30 anos e pai de quatro filhos, ele dividiu sua experiência no livro Histórias Inesquecíveis de Casamentos, onde conta casos inacreditáveis e prova todo seu profissionalismo. Respira música e mistura seu feeling com arte, já que é formado em Design e pós-graduado em Marketing. Suas maiores paixões? Filhos e música. Adora scuba diving!