Cuidados com a internet na hora de escolher o dj para casamento

Por  |  0 Comentários


Na hora de bombar a pista de dança o números de seguidores na redes sociais não têm relevância. Veja o que você deve realmente buscar em um DJ para casamento!

Meus filhos tem 7 e 11 anos e seus amigos não conhecem um disco de vinil. Os dois conhecem e adoram brincar com o meu toca-discos, mas não sabem o que é comprar uma música. Essa geração já nasceu sabendo mexer em computadores e baixam tudo com muita facilidade, principalmente as músicas. Mas, houve uma época que era preciso viajar para comprar discos e equipamentos mais modernos. Não existia celular, internet, nem aplicativos que indicam o nome da música em segundos. Era tudo diferente. Eu fazia três ou quatro viagens por ano ao exterior só para ouvir músicas e comprar discos.

DJ para casamento: discos de vinil - Foto Nina Vilas Boas

Com a internet, tudo mudou. Qualquer garoto tem a playlist do melhor DJ do mundo, a música que acabou de ser lançada na rádio da Inglaterra vai estar no seu pen drive em minutos, o remix pirata que o DJ da Russia fez já está disponível para download. Surgiram as redes sociais e mais importante do que saber fazer e manter uma pista de dança bombando a noite toda é produzir fotos lindas para postar no Instagram. Caras e bocas, corpo sarado, maquiagens lindas, roupas sensuais (ou quase nenhuma em alguns casos), headphone colorido, tudo para chamar atenção. Claro, sem esquecer de postar o vídeo da pista bombando com o grande hit do momento – há alguns meses era “Dog days are over”, depois foi a vez do remix de “Oração” e agora a moda é postar “This girl”. Pra galera do saxofone, então, esse é o hino.

Aí a noiva olha o perfil do(a) DJ e pensa: “Nossa, que máximo!”. Muito cuidado nessa hora!!! Essa conclusão é tão falsa como olhar apenas uma foto do fotógrafo e pensar que ele é maravilhoso. Para ficar com essa qualidade, a imagem foi tratada antes de ser postada. Por isso, o trabalho dele deve ser analisado com muita calma, olhando pelo menos um álbum inteiro de algum casamento, detalhes da luz, etc.


Quando você analisar o trabalho do(a) DJ não olhe apenas o vídeo do Instagram com até 1 minuto de duração com a música do momento. Busque mais informações, procure referências com quem já teve alguma experiência com ele(a) e marque uma reunião para conversar pessoalmente. Pesquise muito! Experiência é fundamental para comandar uma noite que não se repetirá jamais!


O trabalho do DJ é tão especial que não dá para ser mensurado. Na hora de escolher o seu bufê você vai fazer uma degustação. Para decidir qual será o bolo, vai provar várias fatias. Quando for a vez do filme,  vai pesquisar no Vimeo a qualidade de outros trabalhos. E aposto que acha absurdo definir a maquiagem sem fazer uma prova. Com o DJ deve ser a mesma coisa! Cada festa é única, uma sequência de músicas que funcionou muito bem em uma determinada festa pode não funcionar em outra. Isso é muito comum.

Portanto, tome muito cuidado na hora de decidir quem será o(a) DJ da sua festa de casamento. A internet pode ajudar muito, mas também pode te levar a uma contratação equivocada. Boa sorte e boa festa!


CRÉDITOS: 1. Rodrigo Sack | 2. Nina Vilas Boas

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

DJ expert há 30 anos e pai de quatro filhos, ele dividiu sua experiência no livro Histórias Inesquecíveis de Casamentos, onde conta casos inacreditáveis e prova todo seu profissionalismo. Respira música e mistura seu feeling com arte, já que é formado em Design e pós-graduado em Marketing. Suas maiores paixões? Filhos e música. Adora scuba diving!