Casamento judaico: Jaqueline & Marcelo

Por  |  0 Comentários


Data 6 de agosto de 2015
Cerimônia Sinagoga Grande Templo Israelita
Recepção Salão Nobre do Clube Fluminense

Uma história de amor romântica e uma cerimônia emocionante são os pontos fortes desse casamento judaico.

Como a vida nos pega de surpresa! Bastou uma conversa despretensiosa entre a administradora Jaqueline Riavinschi Skaba, 30, e o gerente comercial Marcelo Rosembrach, 33, que o rumo dos dois modificou. Em dois meses já estavam namorando e compartilhando cada pedacinho da vida – um jantar japonês no final de semana, uma tarde assistindo os programas favoritos ou uma viagem dos sonhos a dois, tanto faz.

Depois de dois anos de namoro, o casal pegou um navio em direção a alguns cenários incríveis, mas Jaqueline não sabia que esse cruzeiro seria tão especial. Os dois estavam no Mar do Caribe, jantando sob o luar, quando um bolo personalizado chegou até a mesa com a seguinte frase: “Amor… Quer casar comigo?”. Ao som de um piano e uma flauta, já com as alianças nas mãos, Marcelo ouviu a resposta positiva. Após o brinde, a emoção tomou conta do momento e os dois já começaram a planejar o casamento dos sonhos.

A primeira Sinagoga do Rio de Janeiro, o Grande Templo Israelita, foi o local escolhido para a celebração. Após 30 minutos de praxe no atraso, o noivo adentrou na porta principal da Sinagoga e de cara percebeu que a emoção havia tomado conta do lugar. (Para continuar lendo, pegue o seu lencinho). Os 11 pajens e daminhas entraram ao som instrumental da música “Mundo Ideal” e o murmurinho pela expectativa da entrada triunfal começou a surgir. Logo em seguida, as portas se fecharam e ao som da música judaica “Boi Beshalom by Lecha Dodi”, Jaqueline apareceu mais linda como nunca. Com o rosto descoberto, caminhou com seus pais, Carlos e Ana, até o noivo e, assim que chegou próximo ao altar – visivelmente emocionada – teve o seu rosto coberto com o véu pelo noivo antes de subirem à Chupá.

HIGHLIGHTS

  • Rosa & dourado: essas foram as cores principais para a decoração da recepção. Móveis da Commemorare montaram as mesas nas partes laterais, além dos diferentes tipos de lounges na parte central do salão
  • Clássica e elegante: Jaqueline apostou em um look tradicional para o grande dia. O vestido tinha mangas compridas em renda e bordadas com cristais swarovski. Um longo véu e uma brilhante grinalda, todos da La Novia, completaram o visual lindíssimo

DESTAQUES

Dupla imbatível! O cerimonial Carine & Gil idealizou e planejou com carinho o casamento judaico. Trazer calma para noiva e acompanhá-la desde a sua entrada até os últimos momentos da pista de dança foram os objetivos – cumpridos! – pelas cerimonialistas

Informação nunca é demais: os 400 convidados puderam ficar por dentro de todas as tradições judaicas a partir do momento que receberam cartilhas, que foram feitas visando facilitar o entendimento de todos presentes na cerimônia

Cantinho infantil: para que todos pudessem se divertir, os noivos pensaram em um espaço infantil através da Soninha Brinquedos. Com monitor, brinquedos incríveis e um livro de colorir com a caricatura dos noivos na capa, a diversão tomou conta de todas as idades

 Trash em Cancún: os noivos fizeram um trash the dress especial em Cancún e as fotos ficaram incríveis. Vale a pena conferir e se inspirar para algum ensaio fotográfico

entrada-do-noivo-foto-Rodrigo-Morselli entrada-da-noiva-foto-Rodrigo-Morselli noivo-emocionado-foto-Rodrigo-Morselli cerimonia-judaica-foto-Rodrigo-Morsellicasamento-judaico-foto-Rodrigo-Morsellicasamento-com-tradicoes-judaicas-foto-Rodrigo-Morsellinoivos-judaicos-foto-Rodrigo-Morsellifamilia-na-chupa-foto-Rodrigo-Morsellimadrinhas-e-padrinhos-na-chupa-foto-Rodrigo-Morsellisaida-dos-noivos-foto-Rodrigo-Morselli

♥ DICA DA NOIVA

“É muito importante conhecer o mercado participando de eventos e comprando revistas para que você possa trabalhar com fornecedores de qualidade com melhor custo benefício”


Leia mais

+ Manual do casamento judaico: conheça as principais tradições e simbologias!

bg-divisoria

+ Entrada da noiva: quem te leva ao altar?

bg-divisoria

+ 10 dicas para personalizar o álbum de fotos de casamento


decoracao-com-vasos-de-flores-foto-Rodrigo-Morsellidecoracao-dourada-para-casamento-foto-Rodrigo-Morsellidecoracao-flores-rosas-para-casamento-foto-Rodrigo-Morsellimesa-dos-doces-rosa-para-casamento-foto-Rodrigo-Morsellidoces--foto-Rodrigo-Morsellimesa-dos-doces-para-casamento--foto-Rodrigo-Morsellidoces-finos-para-casamento-foto-Rodrigo-Morselliforminhas-de-doces-rosa-foto-Rodrigo-Morselliflores-cor-de-rosa-para-casamento-foto-Rodrigo-Morsellidecoracao-classica-para-casamento-judaico-foto-Rodrigo-Morsellidecoracao-para-casamento-foto-Rodrigo-MorselliSalão-Nobre-do-Clube-Fluminense-foto-Rodrigo-Morsellicorte-do-bolo-foto-Rodrigo-Morsellicasamento-judaico-foto-Rodrigo-Morsellicasamento-com-tradicoes-judaicas-foto-Rodrigo-Morsellifesta-de-casamento-judaica-foto-Rodrigo-Morsellipista-de-danca-de-casamento-judaico-foto-Rodrigo-Morselli

Se você gostou desse casamento judaico, não pode deixar de conferir os outros!

IC’ Serviços

fotos Rodrigo Morselli  |  filmagem Sacramento Filmes – Erik Crespin e Vinicius Nunes  |  cerimonial Carine & Gil  |  convites Kasa dos Convites  |  caligrafia Letras & Papéis – Maria Carolina  |  identidade visual Papel com Bossa  |  rsvp Carine & Gil  |  decoração da cerimônia Meri Barbosa  | decoração da recepção Sweet Beginnings  |  móveis Commemorare  |  músicos da cerimônia Chazan – Nelson Zeitoune  |  dj  Cappelli  |  atração especial Mc Andinho Malha Funk  |  bufê  |  bufê japonês KasherBuffet Kasher  |  bolo Vera Andrade  |  doces Denise do Rego Macedo, I Love Brigadeiros e Docinhos e Doçuras  |  chocolates Le Chocolat  |  bem-casados de brownie Olenka Brownies  |  fludens Fin’Arte  |  openbar Bar Prime  |  bebidas Espumante Casa Valduga Brut e Maia Bebidas Finas |  cabelo e maquiagem João Velasquez  |  vestido da noiva, véu e grinalda La Novia  |  buquê Meri Barbosa  |  alianças Mello Joias  |  dia do noivo e noite de núpcias Hotel Pestana  |  roupa do noivo Via Veneto  |  vestido da mãe da noiva Fátima Vieira  |  roupa dos pajens Glória Noivas  |  lembranças Taty Sandálias, Em Breve Casadinhos, Silas Balões e MG Brindes  |  espaço infantil Soninha Brinquedos  |  robes Atelier Ana’rt  |  kipá Sunflower  |  lista de presentes Fast Shop  |  lua de mel Cancun e Playa del Carmen

Conhece nosso Guia de Fornecedores? Veja quem são os profissionais mais indicados pela Inesquecível Casamento e acerte na escolha!

___________________________________________________________________________________________

Confira abaixo a cartilha entregue a todos os convidados contando os costumes e tradições judaicas. A ideia é muito bacana e consegue envolver todos os convidados:

”      O casamento judaico é repleto de rituais significativos, dando sentido ao propósito e significado mais profundo do casamento. Esses rituais simbolizam a beleza do relacionamento entre marido e mulher, bem como suas obrigações um com o outro e com o povo Judeu. 

       Segundo a tradição judaica, neste dia D’us perdoa completamente o noivo e a noiva pelas transgressões cometidas para que possam iniciar suas vidas em um estado totalmente puro. Devido a importância deste dia, os parentes falecidos das três gerações anteriores voltam ao nosso mundo para presenciar esta grande alegria e emoção.

      Abaixo explicamos um pouco sobre as tradições do casamento judaico e a alegria dessa comemoração.

KIPÁ – De acordo com o costume, os homens mantêm a kipá sobre a cabeça para lembrar que D’us está acima de nós, acompanhando e observando nossos atos. Ela será usada durante toda a cerimônia e poderá ser guardada como recordação.

CHUPÁ (Lê-se Rupá) – É a cobertura (tenda) onde se realiza o ritual do casamento. Simboliza passado, presente e futuro, e representa um novo lar a ser formado pelos noivos, cercado pela família e pelos amigos. Cabe ao casal construir as estruturas que o sustentarão através do trabalho, amor e cumplicidade.

VÉU DA NOIVA – A noiva entra com o rosto descoberto e ao ser entregue ao noivo seu rosto é coberto pelo véu antes que entrem na chupá. O significado tem origens bíblicas: no primeiro encontro de Itzhak com Rivka, ela cobriu o rosto com um véu. Explica-se ainda que o véu serve para indicar que o noivo não está interessado em sua beleza exterior, pois ela desvanecerá com o tempo e somente seu interior permanecerá.

SETE VOLTAS – O antigo ritual de a noiva dar sete voltas em torno do noivo é alusivo aos sete dias da criação do mundo, como se a noiva, simbolicamente, estivesse construindo as paredes da nova casa do casal, além disso, a noiva fazendo um círculo sem começo nem fim cria um novo mundo a dois, uma nova família.

ALIANÇAS – As alianças devem ser feitas em ouro, simples e lisas, para que represente um circulo perfeito inquebrável e ilimitado entre o casal. O anel é colocado no dedo indicador, para se destacar perante as testemunhas e indicar firmemente o compromisso desta importante transição da vida. O noivo fala para a noiva em hebraico: “Seja consagrada a mim com este anel, de acordo com a Lei de Moises e Israel”. E a noiva responde “Eu pertenço ao meu amado e o meu amado me pertence”.

KETUBÁ – A Ketubá é um contrato matrimonial que estipula os direitos e deveres dos noivos, demonstrando que os noivos não enxergam o casamento apenas como uma união física e emocional, mas também como um compromisso legal e moral.

SHEVA BRACHOT (Sete Bênçãos) – As sete bênçãos recitadas na cerimônia se referem à criação do mundo e do homem, à sobrevivência dos judeus e da terra de Israel, ao casamento, à felicidade do casal e à criação da família.

QUEBRA DO COPO – Ao terminar as sete bençãos, o noivo quebra um copo com o pé direito. O barulho desperta a todos e traz a lembrança da destruição do Templo de Jerusalém. A quebra do cristal também faz alusão ao equilíbrio entre os momentos felizes e tristes que serão enfrentados ao longo da vida. Quebram-se as barreiras entre o casal que começam a construir uma família, tendo a certeza de que juntos serão muito melhores do que foram até agora. Imediatamente após a quebra do copo todos dizem em voz alta: “MAZAL TOV!” (Boa Sorte, parabéns!).

FESTA – Com o término da cerimônia é hora de celebrar a simchá (alegria) através da festa em que os noivos recebem os convidados. O casamento na tradição judaica é a simchá das simchás (alegria das alegrias). É uma benção os convidados trazerem alegria aos corações do novo casal através da dança e da música. Reza a tradição que no dia do casamento os noivos são comparados a reis e, por isso, a dança com as cadeiras (tronos) no alto.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Ela é pequena, mas tem o coração enorme. Já tem dono! É apaixonada por contar histórias. Não se imagina fazendo outra coisa, escolheu ser jornalista desde que veio ao mundo.