Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Inspiração italiana: Marina Ciconet & Daniel Willig

Por  |  0 Comentários


Uma noiva fashionista e de origem italiana teve uma festa de casamento digno de conto de fadas! 

O casamento de Marina Ciconet e Daniel Willig foi denominado Dolce Vita, pois as famílias dos noivos são de descendência italiana, e então fizeram uma festa exclusivamente para eles e para os padrinhos do religioso. Casaram pela manhã na pequena Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Porto Alegre, com a benção do Padre Chico, amigo da família. Logo depois, seguiram para o condomínio da família, onde proporcionamos um almoço para a família e padrinhos do religioso.
 

Sapatos personalizados para noiva

 

Marina Ciconet e o noivo Daniel Willig

Noivo dando um beijo carinhoso na noiva

Marina Ciconet e família

 

A noiva Marina Ciconet, o estilista e padrinho Carlos Bacchi e as madrinhas

Em várias partes da festa tinham homenagens para a avó de Marina, a “Vó Lídia”, que faleceu aos 98 anos em setembro passado e sempre incentivou muito este casamento. O nome dela estava bordado no véu assinado por Carlos Bacchi, assim como o vestido. Também fizeram um álbum com a foto dela todo personalizado para recados dos convidados. A imagem de Nossa Senhora de Fátima, a preferida dela, também estava presente na festa.

Bordado no véu com o nome da avó da noiva

 

A gastronomia e a decoração foi toda inspirada na Toscana. A noiva mandou fazer pratos pintados à mão personalizados para a ocasião, da Grace Carvalho, assim como o trilho bordado de mesa. A avó do Daniel, Iolanda, também personalizou os guardanapos bordados com as iniciais dos noivos. A Ilana Doceria, de Garopaba, também providenciou por lá os queijos do “bolo de casamento” que era feito todinho de queijos italianos e franceses misturados produzidos na praia catarinense. O bar também teve apenas 3 drinks italianos, Bellini, Negroni e Spritz.
 

“Bolo” feito todo de queijos italianos e franceses por Ilana Doceria

 

O estilista Carlos Bacchi, padrinho da noiva, pintou 40 metros de seda pura do vestido todo à mão, e o mesmo foi produzido em menos de duas semanas, por receio que a noiva fashionista “mudasse de ideia”.  A mesma estampa o Carlos pintou à mão em todos os convites, no papel vegetal produzido pela Grafjet. Outra curiosidade foi a personalização olfativa da festa feita pela Jo Malone London. O aroma da grife britânica chamado Lime Basil tomou conta da festa, devido as aplicações na decoração com aromatizadores, velas e difusores.

Marina Ciconet e o estilista e padrinho da noiva Carlos Bacchi

Na festa, tocou muita bossa nova e samba, ao som da dupla Samba & Amor. A música preferida da noiva, que ama músicas brasileiras, chamada Dia Branco, também emocionou os convidados na cerimônia da igreja durante a benção das alianças

IC Serviços

foto e vídeo Nattan Carvalho e Fernanda Nickkel  |  organização Jalfim Eventos  |  mobiliário Empório das Locações  |  paisagismo Luciana Gonçalves Rebollo  |  flores e buquê da noiva Atelier das Flores  |  mesa de doces Detalhes Lucia Suñé  |  bar de drinks Dudu Drinks e Caipiras  |  convite e papelaria Grafjet  |  espumante Vinícola Guatambu  |  Gastronomia Buffet Ana Behar  |  pratos pintados à mão By Grace Carvalho |  sousplats Ambientallize  |  bolo de queijos Ilana Doceria  |  bem-casados Fernanda Beltrame Bem-Casados  |  livro de recados bordado MHS Studio  |  caixas de lavado e toalhas Ana Rita Jardim Tavares  |  som e luz Plug Som  |  banda Samba e Amor  |  dj Nego Minas  |  teoria olfativa Jo Malone London  |  som da igreja Clauber Orquestra  |  vestido da noiva Carlos Bacchi  |  roupa do noivo Mauricio Placeres  |  maquiagem Make Dagg  |  cabelo Felippe Cardoso da MH Bride

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Letícia é jornalista, tradutora e leonina. Escrever é o que ela gosta de fazer! Passou anos morando nos Estados Unidos, onde estudou e trabalhou em alguns jornais e revistas. Voltou para o Brasil, pois não conseguia viver longe da família e dos amigos. Ela ama tudo relacionado à moda, gastronomia, cinema, decoração, viagens e festas de casamento, mas a sua grande paixão mesmo é uma Border Collie chamada Sophie.