Casamento Judaico: Thalita & Jonathan Epstei

Por  |  0 Comentários


Data 15 de novembro de 2018

Local da cerimonia e da recepção Recanto das Águas 

Quando o conto de fadas se torna realidade… Se delicie com essa linda história de amor! ♥

O ano era 2014 e a brasileira Thalita Ribeiro, 35, estava indo passar a virada do ano em um cruzeiro nos EUA. Cenário perfeito para as férias, não é? Mal sabia que era perfeito não só para suas férias, mas para encontrar seu grande amor… A médica, à meia noite do dia primeiro de janeiro, pediu a Deus que trouxesse alguém para viver uma vida junto dela, que sonhasse em constituir uma família e que tivesse os mesmos valores morais que ela. O destino a surpreendeu e, no dia seguinte, ao chegar no karaokê do cruzeiro, conheceu o americano Jonathan Epstein, 29. O economista tinha decidido em cima da hora passar as férias lá e parece que tudo estava conspirando para este encontro acontecer. 

Depois de cantar Treasure de Bruno Mars, Jon desceu do palco e se juntou ao grupo de Tha. De lá pra cá, nunca mais se desgrudaram. Vocês lembram do pedido de Thalita na virada do ano? É… o conto de fadas se tornou real. O namoro foi construído na ponte aérea entre Brasil e EUA, mesmo com dificuldades, nada foi capaz de abalar o futuro deste amor já predestinado. 

Em 2017, Jon quis fazer uma surpresa para Tha, a grande surpresa: o pedido de casamento! Estavam em New York e ao acordar, chamou por Thalita e pediu que ela fizesse uma mala para eles dois, porque eles estavam indo a algum lugar… Mistério e mais mistério (risos). Eles foram para Manhattan e fizeram algumas coisas por lá. Jon estava ansioso e um tanto nervoso com o que estava prestes a acontecer. Ele disse a sua futura noiva que tinha um atalho por ali que daria em um lugar surpreendente… sim, uma cachoeira no meio de Manhattan. Tornando tudo aquilo ainda mais mágico, estava tocando ao fundo uma de suas músicas, Magic de Coldplay. Neste momento, desceram as escadas em direção a cachoeira e Jon começou a se declarar para Thalita. Então, se ajoelhou e, com algumas lágrimas de alegria nos olhos, falou que a amaria para sempre e perguntou se ela se casaria com ele. O sim foi uma resposta óbvia e a emoção incontrolável também. Realmente mágico!

 Para o grande dia, escolheram um estilo mais clássico para celebrarem esse amor, no Recanto das Águas. O casamento aconteceu por duas vezes… sim! Duas! A cerimônia foi tradicional judaica, por serem um casal judeu. O primeiro em NY em outubro de 2018 e no Brasil fizeram uma releitura da cerimônia em novembro do mesmo ano.

 

HIGHLIGHTS

 

  •     Clássica e moderna? Rola? O vestido semi sereia que Thalita escolheu foi impecável. Levava rendas sobrepostas – com floral e arabescos – e tule. Além disso, a cauda longa e o véu de três metros completavam o look. O noivo usou um terno clássico completo cinza com gravata branca do estilista Ricardo Almeida.

 

  •     Color moment! A decoração floral, feita pelo Recanto das Águas, foi o ponto alto desta recepção. Ao mesmo tempo que simples, os detalhes deram um “quê” especial. Flores coloridas, cadeiras douradas e bastante verde deixaram a décor bem “fresh” e atual.

WE IT!

Um casamento judaico! O casal judeu fez questão da cerimônia tradicional. Cada detalhe foi feito durante o grande dia de Thalita e Jonathan. Kabbalat Panim – a saudação aos noivos pelos convidados; Ketubah – o Contrato de Casamento; Bedeken – velamento da noiva; Chuppah – o Pálio Nupcial, que simboliza a casa que os noivos irão construir; O Talit – o Manto de Orações que o homem judeu utiliza em suas preces diárias e que cobre a Chuppah; O Kitel – traje branco do noivo para a cerimônia, o Kitel lembra uma mortalha: mesmo no seu dia mais feliz, o homem deve se lembrar que é mortal; Lecha Dodi – entrada da noiva ocorre tradicionalmente ao som dessa canção judaica; Hakafot – as Sete Voltas, ao chegar à Chuppah, a noiva circunda o noivo sete vezes. Este é um costume de origem cabalística e como tal possui explicações variadas e místicas. Kiddushin – a Consagração do Matrimônio, como o casamento é um preceito Divino, as bênçãos são recitadas em hebraico como forma de agradecer à santificação de Deus à união. A primeira delas é a bênção do vinho: os noivos compartilham uma taça de vinho, um símbolo judaico de alegria e santificação em uma ocasião festiva. A segunda bênção expressa a santidade do vínculo matrimonial. Em seguida, o noivo colocará um anel no dedo indicador da mão direita da noiva, baseado na antiga crença de que o dedo indicador está diretamente ligado ao coração. Sheva Brachot – as Sete Bênçãos, as bênçãos representam a alegria da criação (nos tempos antigos e na que ocorre sob a Chuppah), a transformação da matéria para formar o ser humano, a criação da mulher (que assegura a continuidade da espécie) e a formação da família. Normalmente homens que representam um papel importante na vida do noivo são convidados a recitar cada uma das bênçãos. A Quebra da Taça, o ato final da cerimônia é a quebra de uma taça de vidro pelo noivo. No momento que antecede a quebra, é tocada uma música relembrando a destruição do Templo Sagrado de Jerusalém, um dos momentos de grande sofrimento para o povo judeu. “A cerimônia do casamento judaico é belíssima e cheia de significados e reflexões. No judaísmo, o casamento é um vínculo espiritual e contratual entre o casal, onde eles se unem eternamente para formar uma família. Nessa união, a alma de um completa a alma do outro, ambas se fundindo em uma só”, contou a noiva.

Flores… A decoração da cerimônia foi rica de detalhes. Um gazebo com flores brancas decoravam o altar – ou Chuppah, como fala a tradição. Além disso, o caminho até o Chuppah estava “cercado” de copos de leite brancas. Amamos!

Hora do flash! Os registros deste grande dia e desta grande cerimônia foram feitos pelos renomados fotógrafos Monjardim Noleto. Não tem nada melhor que ter cada detalhe e cada momento guardado como memória.

 

DICA DO NOIVO

“Aproveite o dia de vocês, a festa é para vocês e seus familiares. Não se preocupe com o que pode dar errado e viva intensamente os momentos!”

DICA DA NOIVA

“O mais importante na organização do casamento é ter um cerimonial de sua confiança, que sonhe junto com você, abrace e lute por todas as suas ideias. No grande dia a emoção é enorme, mas tente prestar atenção em cada momento que você está vivendo, você irá se lembrar dos sentimentos e sensações desse dia de uma forma muito especial!” 

LUA DE MEL

O casal separou 24 dias para curtir esse momento tão mágico deles. Nos destinos escolhidos pelos noivos tinha Maldivas, Emirados Árabes, Oman, Qatar e Holanda. Quase um tour pelo mundo! Risos. Incrível, né?!

 


Leia mais

+Como não sofrer na hora de criar a lista de casamento

+Padrinhos e madrinhas: escolhas, trajes e tradições

+Mulheres modernas e o sonho do casamento


 

IC Serviços

fotos Monjardim Noleto  | filmagem Elementos Film  | cerimonial Marcelo Pimenta  | convites, caligrafia e identidade visual Exclusivité  | decoração Recanto das Águas  | bufê, louça, prataria, sousplats e toalhas Hanna Buffet  | porta-guardanapos Cutting Laser  | músicos da cerimônia Alysson Takaki e banda  | dj Ronaldo Holanda  | bolo (maquete) Vera Naves  | doces Thais Marega, Gracco e Cirônia  | bem-casados Bem Sonhado  | cabelo Anete  | maquiagem Patrícia Rosa  | vestido da noiva Matthew Christopher  | grinalda Sposabella Lace (NYC)  | buquê Cida Flores  | alianças Howard Engle  | sapatos da noiva Christian Louboutin  |  roupa e sapatos do noivo Ricardo Almeida  | foto cabine Kapital Cabine

 

 

 

                          

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Jornalista apaixonada por casamentos, Laura sonha em se casar no campo decorado por muitos lírios. Libriana é indecisa por fama, mas ela escolheu a IC sem pensar duas vezes e assim encontrou seu lugar!