Alok & Romana: de braços abertos para a eternidade

Por  |  0 Comentários


Data 15 de janeiro de 2019

Cerimônia Cristo Redentor  |  Recepção Hotel Emiliano Rio

Super apaixonados e muito conectados, o casal encantou a todos pela alegria, amor e carinho que transbordavam no dia da cerimônia.

O horário do convite para o casamento era às 5:00 da manhã. Por essa razão, o making of começou às 2:30. Ambos se arrumaram no Hotel Emiliano Rio – cada um em um andar diferente. O sol nem tinha surgido no céu, e Alok e Romana já se preparavam para o grande dia.

 

Todos saíram do hotel às 4:45 e foram para o local da cerimônia, que era nada mais nada menos do que o Cristo Redentor: o monumento mais conhecido do Brasil e considerado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, e eleito em 2006 como uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

A cerimônia começou com o céu escuro, às 5:30 da manhã. A única iluminação era do próprio Cristo. Aos poucos, o céu foi se pintando de cores e luzes. Um azulzinho aqui, um amarelinho ali do lado, um laranja acolá. E, de repente, ali na Baia de Guanabara, eis que surge ele, um primeiro raio de sol, iluminando os noivos e a todos. De fundo, a orquestra que acompanha o Alok am alguns shows tocava magnificamente, enquanto o padre celebrava o casamento. “Foi algo meio mágico, muito diferente. Especial e emocionante de verdade”, conta o fotógrafo Ricky Arruda. Alok estava absolutamente envolvido pelo momento. Todos estavam arrepiados e com os olhos marejados de lágrimas. Como disse Alok: “Jamais conseguirei retribuir para Deus tamanha generosidade! Hoje ele pintou o céu com as cores mais lindas que já presenciei na minha vida. Foi mágico”.

A verdade é que a junção da música com todas as cores mais lindas do nascer do sol e aquele cenário cinematográfico foram os temperos mágicos para celebrar o amor do casal. A orquestra do Maestro Adriano Machado tocou algumas musicas do Alok, antes da cerimônia, enquanto os convidados chegavam e eram recebidos pelo noivo. Foram elas: Ocean, Epitáfio, Big Jet Plane e Pray. O noivo entrou ao som de One Of Us, de Joan Osborne e a noiva com Stop Crying Your Heart, do Oasis. E na saída, os noivos se despediam enquanto a orquestra tocava, Favela, do Alok, claro.

Ao final da cerimônia, o sol já tinha nascido e se apresentava em todo seu esplendor. Era hora das fotos de família… E também do ensaio dos noivos. De um lado, o Cristo iluminado pelo Sol, e do outro lado, o Pão de Açúcar e toda a Baia da Guanabara, num forte e bonito contra-luz. Em seguida todos foram para um brunch no Hotel Emiliano Rio.

 

O que o casal tem a dizer um sobre o outro?

Alok

“Ela é a melhor parceira do mundo! Sempre mergulha de ponta comigo nas minhas aventuras e me apoia sempre! Fazemos uma retrospectiva das nossas vidas e o que nos levou até aquele momento. Porém devo dizer que filme mesmo foi aquele cenário mágico. Serei eternamente

grato por aquele momento!”

Romana

Fiquei muito ansiosa pra viver tudo aquilo! Esperei a minha vida inteira por aquele momento e foi muito especial. Admiro muito a lealdade dele e a determinação em saber o que quer da vida. O Alok é um homem especial. Ele me ensina diariamente e me faz refletir muito sobre o propósito da vida. Sonhava com esse dia e não esperava que fosse ser tão mágico como foi. Deus nos presenteou com um cenário lindo e eu estou até agora sem palavras pra descrever esse momento. Só consigo agradecer a Deus por tudo”.

Ficha Técnica:

foto Anna Quast e Ricky Arruda | assessoria Boutique de Três | beleza Junior Mendes | vestido Samuel Cirnansck | terno John John | vídeo Amarante Filmes | decoração Luis Fronterotta | iluminação Perfil | móveis 100% eventos | bolo The King Cake | convites Scards | buffet Emiliano Rio | orquestra Maestro Adriano Machado

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Letícia é jornalista, tradutora e leonina. Escrever é o que ela gosta de fazer! Passou anos morando nos Estados Unidos, onde estudou e trabalhou em alguns jornais e revistas. Voltou para o Brasil, pois não conseguia viver longe da família e dos amigos. Ela ama tudo relacionado à moda, gastronomia, cinema, decoração, viagens e festas de casamento, mas a sua grande paixão mesmo é uma Border Collie chamada Sophie.