Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Sem categoria

Lua de mel em Portugal: um giro pelos highlights de Sintra

Por  |  0 Comentários


A apenas meia hora do centro de Lisboa, próxima à costa do Atlântico, está Sintra, uma das vilas mais adoráveis e charmosas de Portugal.

Tranquila e com uma atmosfera convidativa – e até mesmo romântica -, pouca coisa mudou desde quando o escritor Eça de Queiroz a frequentava: continua cortada por ruelas de pedra, decoradas pelos casarões sóbrios, palacetes extravagantes e envolta pela vegetação de um verde vivo da Serra e dos belos jardins botânicos. Hoje, a concentração de vários atrativos transformou a cidade em Patrimônio Mundial pela Unesco na categoria Paisagem Cultural – a exemplo do Palácio da Pena, com suas torres altas, ou o Castelo dos Mouros, relembrando que há dez séculos Portugal fazia parte do império dos muçulmanos. Em meio à tanta beleza, não é difícil descobrir por que a realeza portuguesa sempre passava o verão por lá. Contamos os motivos pelos quais valem a pena incluir Sintra no seu roteiro de lua de mel por Portugal!

Pena National Palace in Sintra, Portugal (Palacio Nacional da Pena)

The Castle of the Moors located in the town of Sintra, near Lisbon. Photo taken during a hot summer day and contains some tourists visiting the castle.

Sintra, Portugal – July 5, 2012: Partial view of the Castelo dos Mouros at a summer day. Nobody in the image

Sintra, Portugal – August 8, 2017: famous landmark of European travel in a sunny beautiful day. Arabesque building, a summer resort of Portuguese court.

The main facade of the Quinta da Regaleira is an palace located near the historic center of Sintra, Portugal. World Heritage Site by UNESCO

Sintra, Portugal – April 23, 2014: The Regaleira Palace (known as Quinta da Regaleira) located in Sintra, Portugal

Portuguese village – Sintra

O que ver

Um dos ícones quando se pensa em Sintra é o Palácio da Pena, localizado nos picos mais altos da serra da cidade, com uma vista que contempla toda a região. O espetacular castelo foi construído no século 19 sobre as ruídas de um mosteiro, contando com detalhes característicos de várias culturas do mundo – como a árabe, que dominou o local por vários séculos -, desde a entrada em arco até os belos afrescos em trompe – l’oieil – uma técnica artística que usa truques de perspectiva para criar ilusões ópticas, cobrindo as paredes e o teto da Sala Árabe, considerada uma das mais belas do palácio. O mais legal é que também há outras opções no próprio parque, como passeios a cavalo e de charrete e o Chalé da Condessa de Edla, situado em um jardim que carrega certa atmosfera romântica e sensível, perfeito para casais. Com um modelo que segue os chalés alpinos, na decoração da pequena casa há pinturas murais e elementos ornamentais.

Outro parque para incluir no roteiro é o Parque e Palácio de Monserrate, a 4 quilômetros do centro histórico de Sintra, criado no século 18 pelo rico comerciante inglês Gerard de Visme e posteriormente ampliado pelo paisagista William Stockdale. O cenário arborizado é repleto de pequenas cachoeiras, lagos, plantas aquáticas, além de fontes e árvores de todos os cantos do mundo. Por lá, o Palácio de Monserrate é o destaque. Construído em 1858 sobre as ruínas de uma mansão neogótica, é um ótimo exemplo do movimento romancista em Portugal, combinando influências góticas, indianas e sugestões mouriscas, além de inspirações inglesas em seus detalhes, com lindos jardins botânicos ao seu redor.

O Castelo dos Mouros, no Parque Monte da Lua, é outro highlight para conhecer na cidade. A edificação foi construída pelos árabes no século 10 e restaurado no século 19 pelo rei Fernando II. Andar pelo castelo é como voltar à Idade Média – o edifício lembra até mesmo a Muralha da China, com seus dois corredores de pedra que sobem em direção ao topo da montanha. O castelo mantém o charme de uma ruína antiga, com uma densa floresta em torno das construções. Ao longo dos caminhos é possível admirar a paisagem que exibe a vila em primeiro plano, o Paço de Sintra, o Palácio da Pena e a serra, além do próprio Oceano Atlântico.

Assim como o castelo, o Convento dos Capuchos é perfeito para os casais que amam relíquias históricas. Oficialmente chamado de Mosteiro de Santa Cruz da Serra de Sintra, a construção é um santuário do século 16 que representa o ideal de irmandade dos monges franciscanos que moravam por lá. Foi construído em 1560 para abrigar apenas 12 pessoas, e desponta como um dos atrativos mais místicos de Sintra. Durante a ocupação árabe, teve uma história tumultuada, até se tornar Patrimônio Nacional. Dentre as construções impressionantes para conferir também está a Quinta da Regaleira: erguida em 1910, era a residência de um magnata do café que encomendou a extravagante propriedade de um arquiteto e designer de ópera italiano. Embora a casa e a capela neo-manuelinas sejam notáveis, os destaques reais vão para os jardins que apresentam túneis, grutas e um estranho simbolismo antigo.

Para escapar um pouco do circuito histórico da cidade, a dica é o Museu de Arte Moderna de Sintra. Instalado sob o teto de um bonito edifício de 1920, o museu foi inaugurado em 1997 e reúne uma coleção permanente de arte moderna e contemporânea portuguesa e de outros movimentos artísticos mundiais. O espaço proporciona um panorama fascinante de obras europeias e norte-americanas do século 20, que representam os principais artistas, correntes e escolas de investigação artística, ilustrada por obras essenciais para a compreensão da história da arte internacional.

Onde comer

Midori

Comandado pelo chef Pedro Almeida, o Midori é estrelo pelo Guia Michelin em 2019. Em um amplo salão com decoração elegante e iluminação intimista, o restaurante une de maneira sem igual a gastronomia japonesa com inspirações contemporâneas, utilizando ingredientes de alta qualidade, complementando a experiência com uma vista deslumbrante da serra de Sintra.

Monserrate

O Monserrate proporciona vista panorâmica da serra de Sintra e de seus imponentes palácios em um ambiente elegante e aconchegante. O restaurante organiza os chamados “Almoços Queirosianos”, recriando o ambiente descrito por Eça de Queiroz em seus livros e servindo pratos característicos do Portugal do século 19. A casa serve culinária internacional focando em especialidades locais.

Arola

Do chef espanhol Sergi Arola, consagrado com duas estrelas Michelin, o restaurante aposta no sistema de tapas gourmet. O espaço é iluminado e completamente aberto, atraindo um público descontraído. É possível assistir à preparação dos pratos, já que não há paredes separando a cozinha da sala de jantar. Os croquetes são bem típicos da culinária espanhola, e os de queijo gorgonzola servidos no local são excepcionais.

Onde ficar

Tivoli Palácio de Seteais

Com arquitetura clássica, que remete à elegância e à atmosfera romântica do século 18 em Portugal, o Tivoli Palácio de Seteais conta com salões de dança, suítes de design atemporal e belíssimos jardins ao redor. Próximo a Lisboa, o hotel situa-se nas encostas da Serra de Sintra – localização privilegiada por ter suas vistas para o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena. Para quem deseja experiências exclusivas, o hotel organiza passeios de carruagem ou em carros da década de 1930, que permitem conhecer os entornos de Sintra, declarada Patrimônio Mundial pela Unesco e jantares românticos com foco na gastronomia portuguesa, além de oferecer linha de tratamento personalizada no Anantara Spa. Dentre as opções para casais, o hotel proporciona jantares românticos e até reservar o hotel inteiro por um dia.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros especializados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.