Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Lua de mel na Espanha: como aproveitar Sevilha

Por  |  0 Comentários


Viva, alegre e charmosa, a capital da Andaluzia é capaz de misturar arte, bela arquitetura e gastronomia em um só lugar, proporcionando uma verdadeira viagem cultural. Saiba como aproveitar Sevilha e ter uma lua de mel encantadora na Espanha!

Seu passado glorioso está presente em sua atmosfera, que apresenta fortes influências do período em que o território espanhol esteve sob o domínio dos mouros. Sevilha alinha sua rica cultura à modernidade de uma grande cidade – quando o assunto é arquitetura, a capital andaluza é uma festa para os olhos, já que, ao longo de sua história, a cidade recebeu diversas influências culturais, hoje presentes em igrejas, palácios e monumentos. Gótico, barroco, renascentista e mudéjar são os estilos presentes em edifícios e catedrais, que também flerta com a modernidade. Na culinária, a cidade é mundialmente famosa por ser a terra natal das saborosas tapas espanholas. De uma forma ou de outra, Sevilha contagia todos os visitantes, sendo um ótimo destino para viver dias inesquecíveis na lua de mel.

 

O que ver

Plaza de España

A Plaza de España é um dos cartões-postais e uma das paradas obrigatórias em Sevilha. A praça foi construída para a Exposição Ibero-Americana de 1929 pelo arquiteto Aníbal González, que se inspirou no estilo renascentista e nos elementos culturais da capital. A dica é passear a dois por suas calçadas e contemplar a arquitetura charmosa – o local possui um formato semicircular, ricamente adornada com cerâmicas pintadas para representar 48 províncias espanholas.

Plaza de Espana

 

Torre Giralda e Catedral

Com cem metros de altura, a Torre de Giralda, declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1987, é a maior igreja da Espanha e a terceira maior do mundo, fazendo parte da silhueta urbana de Sevilha. Ela começou a ser construída durante o domínio mouro para ser uma mesquita árabe, mas foi concluída durante a época do reino católico, transformando a Giralda na Catedral de Sevilha. O estilo gótico predomina em seus detalhes, mas há elementos também do barroco em sua construção.

Torre Giralda – Catedral de Sevilha

 

Casa de Pilatos

Para os casais que amam arquitetura, a Casa de Pilatos também é uma boa pedida para se visitar em Sevilha. Ao entrar, o visitante já se depara com um belo portão do século 19 que conduz ao pátio principal, típico das mansões da Andaluzia, projeto pensado para facilitar a entrada de cavalos e carruagens no passado. O suntuoso palácio foi construído no final do século 15, e há rumores de que esta seria uma reprodução fiel da casa original de Pôncio Pilatos em Jerusalém. O interessante é observar, além dos diversos estilos arquitetônicos que compõem a casa, o acervo de antiguidades romanas, como as pinturas e móveis de diversas épocas.

Casa de Pilatos

 

Museu de Belas Artes de Sevilha

O Museu de Belas Artes de Sevilha é parada obrigatória para os casais que amam arte. É o segundo mais importante museu da Espanha depois do Museu do Prado, em Madri, e está instalado no convento de Merced Calzada desde 1839. Possui um grande acervo de obras clássicas e contemporâneas, incluindo trabalhos de pintores barrocos espanhóis Francisco de Zurbarán e Bartolomé Esteban Murillo.

Museu de Belas Artes

 

Alcázar

Daqueles passeios para se gastar horas: o Alcázar de Sevilha é um fascinante conjunto de palácios que remonta do século 10, sendo a residência real mais antiga de toda a Europa. Como recebeu influências de épocas diferentes, vários estilos arquitetônicos podem ser encontrados aqui, como o islâmico, gótico e renascentista. Durante a Idade Média, a mando do rei Pedro I de Castela, foi ampliada com marcantes influências islâmicas pelos melhores artesãos de Sevilha e Toledo, que desenvolveram encantadores projetos de decoração e jardinagem. As suas construções serviram de inspiração para a arquitetura da Alhambra da cidade de Granada, também na Espanha.

Alcázar de Sevilha

 

Torre del Oro

Construída no século 13 pelos mouros e hoje com 36 metros de altura, a Torre del Oro é um monumento que possui doze faces, e já teve diversos usos em diferentes períodos, como farol, armazém e até prisão. Há duas teorias sobre a origem do seu nome: a primeira afirma vir do fato de que um dia esteve coberta de azulejos dourados, e a segunda atribui a denominação por ser onde o ouro vindo da América Colonial era descarregado.

Torre del Oro

 

Metropol Parasol

O Metropol Parasol foge à regra da arquitetura clássica de Sevilha: o edifício é uma das mais recentes construções que ajudou a redefinir o skyline da cidade. Essa á maior estrutura de madeira do mundo, com 150 metros de comprimento e 28 metros de largura. Foi concluído em 2011 pelo arquiteto alemão Jürgen Mayer, e é formado por seis guarda-sóis, formando caminhos que proporcionam aos visitantes belas vistas do centro da capital andaluza. O mais legal é que o Metropol possui várias opções de passeios: abriga um mercado, um restaurante e o Museu Antiquarium que guarda vestígios arqueológicos da era romana.

Metropol Parasol

 

Onde comer

Giralda

Uma das casas para experimentar as tradicionais tapas espanholas, a Giralda é uma das mais tradicionais da cidade. As mesas ao ar livre proporcionam um clima descontraído e todo especial ao final do dia, quando a região fica cheia de vida.

Oriza

O prestigiado Restaurante Oriza serve as melhores receitas da culinária basca com apresentação impecável. O elegante ambiente apresenta bela decoração, e o serviço é extremamente amável. A casa ainda conta com o Bar España instalado no terraço, um convite a aproveitar a vista e a atmosfera de Sevilha.

Abades Triana

Às margens do Rio Guadalquivir, em frente à Torre del Oro, o restaurante Abades Triana está em um dos mais belos cenários da cidade. Além da elegante decoração interna, o restaurante proporciona mesas em um agradável e amplo terraço. Sob o comando do chef Elias del Toro, a cozinha serve culinária contemporânea, com especialidades locais e cardápio sazonal.

Abantal

O restaurante Abantal é estrelado pelo Guia Michelin e proporciona o melhor da culinária andaluza contemporânea. Com toques inovadores, o chef Julio Fernández confere um sabor todo especial às tradicionais receitas, servidas em ambiente agradável e de decoração sóbria.

Taberna del Alabardero

Comandado pelo chef Leo Núñez, a Taberna del Alabardero é considerado um dos melhores restaurantes de Sevilha. Seu cardápio muda quatro vezes por ano, adequando-se com a chegada de cada estação, e as receitas inovadoras são combinadas com tradicionais pratos da gastronomia espanhola. Uma completa seleção dos melhores vinhos representa todas as regiões vinícolas da Espanha.

Onde ficar

Hotel Alfonso XIII

O Alfonso XIII leva o nome do rei que encomendou a construção do palácio em 1928. Já naquela época, foi projetado para ser o mais luxuoso hotel da Europa. Está situado bem próximo ao Reales Alcázares e a Plaza de España. Construído para abrigar os chefes de estado na Grande Exposição Ibero-Americana de 1929, o hotel continua a tradição de sofisticação em todos os quartos, que seguem a decoração clássica espanhola. Com três restaurantes, um dos destaques é a Bodega Afonso, que serve as tradicionais tapas espanholas.

Hotel Alfonso XIII

 


Curtiu essas dicas de viagem? Veja outras AQUI!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Com 28 anos, a Teresa Perez é especialista em criar roteiros especializados. Os programas são preparados de acordo com os interesses de cada casal. Telefones (11) 3799-4000 | (11) 3390-9000 | (61) 3217-2300.