Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

Flávia Cavaliere: dos palcos ao wedding world

Por  |  0 Comentários


Sinônimo de elegância e competência no mercado carioca, Flávia Cavaliere conta mais de sua trajetória e dá dicas precisas às noivas e aos convidados

Seja como bailarina, ou a frente das festas que organiza há anos, Flávia Cavaliere nasceu para o espetáculo. Formada em Comunicação Social, com MBA em Gestão Empresarial, Marketing e Logística, ela uniu seu talento para a organização de apresentações de dança ao conhecimento adquirido na formação acadêmica para criar sua própria empresa, a .

Através do ballet clássico, Flávia se dedicou por anos ao aprendizado de conceitos de cenografia, técnicas de iluminação, efeitos, sonorização, figurino e tudo mais que envolve essa arte. Em Nova Iorque e na Espanha dedicou-se também a estudar técnicas do backstage e da produção artística. Também trabalhou como Executiva de Marketing e Gerente Comercial de uma Multinacional inglesa.

Como toda boa história tem uma reviravolta, Flávia recebeu um convite especial de uma aluna que abriu as portas para o universo das festas. A partir daí, várias recomendações foram surgindo e com isso ela foi construindo sua carreira baseada na elegância, que já esteve presente em quase 800 festas realizadas por ela. A gente te conta mais como isso aconteceu!

Flávia Cavaliere: equipe - Foto: Daud Pacha

1. O QUE TE LEVOU A SEGUIR CARREIRA COMO CERIMONIALISTA E DECORADORA?

O ballet clássico profissional. Quando eu tinha vinte anos fui surpreendida por uma aluna que me convidou para montar o seu cerimonial de 15 Anos. Ela queria um espetáculo! (risos) Queria para a festa dela a estética do conjunto, a harmonia, a simetria, a disciplina, a busca incansável do aperfeiçoamento e da elegância que identificava no meu trabalho com mestra de ballet e produtora de espetáculos. Depois disso, em dois anos já tinha organizado dez festas de 15 anos, e assim descobri que a produção das festas e espetáculos tinham muito em comum.

2. HÁ QUANTOS ANOS VOCÊ ESTÁ NO MERCADO?

A Cerimoniale, minha empresa de eventos, é a catarse de tudo. Todas as minhas experiências profissionais e de vida estão lá, todos os dias, se expressando em cada detalhe. Ela já existe há treze anos, quando já estava ficando difícil me dividir entre festas e outras atividades profissionais. Somando a caminhada, são vinte e três anos de experiência em cuidar de grandes momentos.

3. O QUE MUDOU DE LÁ PARA CÁ?

As festas de hoje estão cheias de novidades, incorporaram outras indústrias como móveis, velas, paisagismo, forrações, e ganharam um novo tom. Gosto do exercício da criação do cenário onde tudo vai acontecer; da busca da beleza, da funcionalidade, da coerência entre os elementos da cenografia e a expressão do estilo de cada cliente.

OS DESAFIOS DO MERCADO

4. O QUE TE MOTIVA A CONTINUAR TRABALHANDO COM CASAMENTOS?

Faço questão de estar em todos os meus eventos. Tenho um grande prazer pessoal na construção da festa, cuidando passo-a-passo de cada detalhe. Uma noiva chega aqui com sonhos acalentados. A festa tem que realizá-los e trazer para o mundo real o que nasceu dentro do coração. Meu trabalho do qual tanto me orgulho é captar todos esses sonhos e vontades e transformar num produto profissional com todas as necessidades técnicas atendidas além da beleza, da elegância e da funcionalidade.

5. DE ONDE VÊM AS INSPIRAÇÕES DAS NOIVAS? COMO O PROFISSIONAL PODE COLOCÁ-LAS EM PRÁTICA? 

Quando pequenas, vemos filmes de princesas. Depois, crescemos e tem a fase das comédias românticas no cinema. É ou não é? Isso vai fazendo um milk shake de referências em nossas cabeças. A hora de casar é também quando tudo se mistura. Nós, profissionais de eventos, somos químicos. A gente escuta tudo e depois decanta, separa, associa, recombina… e nasce a festa.

6. QUAL O PRINCIPAL DESAFIO NA HORA DE ORGANIZAR O CASAMENTO E DECORÁ-LO? O QUE É IMPRESCINDÍVEL PARA REALIZAR O SEU TRABALHO? 

Acho que todos esperam que eu diga que é o orçamento ou alguma dificuldade técnica da produção, mas o principal desafio são as ansiedades, sem dúvida. Não é só das noivas. A família toda casa! (risos) Faz parte da nossa rotina de fornecedor entender isso. Nós temos certeza do resultado mas a noiva não é profissional de casamento e está vivendo o momento mais importante da sua vida. Tratar esses momentos de ansiedade com carinho e transmitir a confiança de que as coisas estão sobre controle fazem toda a diferença. Não é uma fase. Os sentimentos acompanham todo o processo, inclusive no grande dia e lidar com eles é o maior desafio.


Leia mais

+ Novidade na área! Flávia Cavaliere lança livro com a 3R Studio

bg-divisoria

+ 17 cerimonialistas do Rio de Janeiro

bg-divisoria

+ O que não pode faltar no discurso de agradecimento


 Flávia Cavaliere: livro - Foto: Daud Pacha

GUIA DA FESTA PERFEITA

7. NO LIVRO ELEGÂNCIA NA FESTA, VOCÊ DÁ DICAS DE ETIQUETA PARA OS CONVIDADOS E NOIVOS. PARA VOCÊ, O QUE É ELEGÂNCIA? EXITE DIFERENÇA ENTRE ELEGÂNCIA E ETIQUETA?

A gente aprende a sentar-se a mesa, a lidar com uma infinidade de talheres e copos com naturalidade e a dizer palavras educadas como “muito obrigado”, “por favor” e “com licença”. Aprendemos a escolher a roupa adequada para cada uma das ocasiões além de uma interminável lista de regras dos bons costumes. Isso é etiqueta. Os protocolos do comportamento social estão nos livros e manuais escritos em todos os idiomas. Mas elegância, não. Elegância é algo subjetivo. Reside na generosidade, na verdade do sorriso desobrigado, na gentileza com as pessoas, no respeito a tudo que é combinado (incluindo horários, dress codes…), na solidariedade real com os propósitos da festa, no compromisso feliz e sem torturas com a felicidade dos anfitriões, na atitude colaborativa espontânea, em preocupar-se com o conforto e bem estar das pessoas, no tom de voz, naturalmente, amistoso, no cuidado com os exageros.

8. ENTÃO É POSSÍVEL SEGUIR REGRAS DE ETIQUETA SEM ELEGÂNCIA? 

Já vi muitas pessoas experts na etiqueta tropeçando na elegância. Transbordam-se de arrogância e ainda não se deram conta do quanto isso é cansativo e desagradável. A etiqueta é um aprendizado de fora para dentro enquanto a elegância exercita-se de dentro para fora. Duas mãos de uma mesma estrada. Quando os dois lados fluem bem, é o melhor dos mundos. Ser elegante e educado faz tudo parecer natural, suave.

9. O QUE É IN E O QUE É OUT QUANDO O ASSUNTO É CASAMENTO?

IN: Deixe a festa acontecer com naturalidade. Organização, sim. Fazer a festa se parecer com um quartel, não. O que tem demais se o convidado de um casamento ou aniversário sentiu vontade de comer um docinho na primeira hora da festa? É mesmo necessário ter alguém ali como se fosse da polícia impedindo isso até a hora tal? Qual a razão disso? Neste caso, você estará poupando seu evento daquela cena assombrosa de ter duzentas pessoas atacando, ao mesmo tempo, a bandeja de doces como se não houvesse amanhã.

OUT: Se está com depressão, fique em casa. Mau humor, raiva e cara abatida não combinam com casamentos e são, totalmente, inadequados. Imagina você no sofá a noite toda com a cara amarrada roubando a alegria de quem se importa com você? Definitivamente, isso não é legal.

flavia-cavaliere divulgação

DICAS PARA UMA FESTA INESQUECÍVEL

AOS CONVIDADOS:

  1. Se você foi convidado para uma festa lembre-se que o seu principal papel é colaborar com a alegria do evento.
  2. Nada de reclamações. Mesmo que lhe perguntem se está tudo ok, diga que sim. Vestir a camisa de fiscal do bom desempenho e ficar informando sobre a temperatura do ar condicionado ou agilidade dos serviços é chato e deselegante.

AOS DONOS DA FESTA:

  1. Busque profissionais para atender as necessidades de sua festa na exata medida que ela demanda, confie nas suas contratações, deixe-os cuidando das coisas e vá se divertir.
  2. Não esqueça que a festa é sua. Deve se parecer com você, carregar a sua essência, traduzir sua personalidade. Se inventar um personagem, pode ter dificuldades em ser natural, trará ansiedade e fará com que aquela tão desejada alegria fique um tanto quanto embaçada. Escolha um local em que se sinta bem, convide as pessoas que, de fato, tem a ver com a sua comemoração, sirva um cardápio democrático e dê à festa, o clima e a medida do seu estilo de vida.

Já ficou sabendo do livro lançado por ela? Corra lá no 3R Shop e garanta o seu!


CRÉDITOS

7- Divulgação  |  As demais: Daud Pacha

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Canceriana que se apaixona facilmente por pessoas e lugares. Seu sobrenome não poderia descrever melhor o que a motiva. Romântica incurável por um acaso da astrologia, sonha desde criança com seu vestido de princesa, cerimônia no campo e o que o destino lhe reserva.