Augusto Kraemer Wedding Flowers & CO: talento de mãe para filho

Por  |  0 Comentários


Cheio de projetos, Augusto Kraemer criou uma filial em Porto Alegre e lançou sua nova marca, não necessariamente nessa ordem… Veja como tudo aconteceu na carreira do gaúcho!

Augusto-Kraemer-decorador-foto-Jorge-SchererDecorador por vocação, o administrador Augusto Kraemer viu na empresa da mãe – Flávia Costa Eventos Especiais –, não só uma oportunidade de trabalhar, mas de ser feliz fazendo o que gosta. De lá para cá, tomou à frente do negócio e, em 2017, resolveu mudar a marca para dar nome a quem está de fato por trás dela. Há pouco tempo no mercado de festas e já com dois escritórios, ele diz ser um realizador de sonhos.

VOCÊ JÁ TRABALHAVA COMO DECORADOR ANTES, QUANDO DECIDIU ASSUMIR A EMPRESA DA SUA MÃE? 

Cursava faculdade de administração em Curitiba e decidi embarcar em um intercâmbio na Universidade de Ferrara (Unife), na Itália. Não gostei muito do curso de economia, mas convivia com muitos amigos da área de design, fiquei encantado! Em outubro de 2014, retornei do intercâmbio e decidi voltar para capital paranaense no início de 2015, mas a paixão pelas flores foi maior. Criei junto com a minha mãe uma planta baixa para um evento em Ibirubá, interior do Rio Grande do Sul – onde na época esse tipo de serviço foi uma novidade para região. A partir dessa festa, surgiu o primeiro casamento na mesma cidade. Os noivos me motivaram e deram muita liberdade de criação, desde então não parei mais.

POR QUE RESOLVEU MUDAR O NOME DA MARCA PARA AUGUSTO KRAEMER WEDDING FLOWERS & CO? 

Moramos em uma cidade do interior e as pessoas começaram a me conhecer e a questionar quem era Flávia Costa, já que ela não estava mais no comando da empresa. Por uma questão de posicionamento e desejo de abrir um novo escritório em Porto Alegre, em outubro de 2016, começamos esse processo de mudança.  

A NECESSIDADE DE ABRIR UMA FILIAL NA CAPITAL GAÚCHA SURGIU DEVIDO À DEMANDA DE CASAMENTOS? 

Sim. Porque 70% dos nossos clientes não moram na cidade onde realizarão o casamento. Tenho muitos noivos da capital que casam em cidades do interior, pessoas que têm suas famílias no Rio Grande do Sul, mas moram em outros estados. Já fiz até casamento de um cliente que morava na Inglaterra! O escritório de Porto Alegre surgiu com a missão de atender melhor e oferecer a comodidade de mais um endereço para encontros e reuniões. A matriz em Cruz Alta continua igual, porém a grande vantagem é a noiva – que mora na capital e casa no interior – poder contratar a decoração do casamento na sua cidade e não esbarrar em grandes custos de frete, por exemplo.


NÃO PODEM FALTAR NA DECORAÇÃO

Flores

Paisagismo

Cor


Edu Ribas

DECORAR UMA FESTA É UM INVESTIMENTO EMOCIONAL, FINANCEIRO E ENVOLVE MUITAS EXPECTATIVAS. COMO VOCÊ SE ORGANIZA E LIDA COM O NERVOSISMO E ANSIEDADE DOS NOIVOS? 

O mais importante é a parceria que desenvolvo com os noivos e suas famílias. Em nossas conversas, tento sempre identificar o que é fundamental para o casal, seus pais e qual a experiência de festa desejam passar para os convidados. Sempre oriento que a festa de casamento engloba a família e envolve muitas emoções, às vezes algumas mais nervosas.

COMO É O PRIMEIRO ENCONTRO COM A NOIVA? 

O primeiro contato é sempre em nossos escritórios, onde temos toda a estrutura para demonstrar books, fotos, croquis e exemplos reais. As demais reuniões podem ser na casa do cliente (caso ele prefira) – sempre comento que viajo muito para realizar sonhos e tenho três escritórios na verdade: Cruz Alta, Porto Alegre e meu carro. Na maioria dos casos, meus clientes viram grandes amigos. São incontáveis os convites que recebo para chá de bebê e aniversário. Muitas vezes, participo como decorador e convidado. É uma relação de amizade aliada à confiança.

COMO ALINHAR O SONHO DA NOIVA AO BUDGET DO CASAMENTO, JÁ QUE NEM SEMPRE OS DOIS SEGUEM A MESMA PROPORÇÃO? 

Identificar os desejos e, dentro do possível, não deixar faltar nada do grande sonho. É possível ter tudo em uma festa de casamento, mas de acordo com o orçamento do casal. Se o casamento não puder ser repleto de orquídeas, adaptamos o projeto. Usamos poucas unidades, em detalhes, mas ninguém vai ficar sem a orquídea. Outro aspecto que comento muito é: não se trata do sonho da noiva e sim dos noivos! Acho que é mais uma grande oportunidade do casal se conhecer mais e botar na decoração um pouco da opinião de cada um. É claro que rola a frase clássica “Ela quem decide, a noiva!”, mas sempre digo que um decidiu casar com o outro e agora, mais uma vez, precisam tomar decisões juntos.


“Confie em seus fornecedores! Só contrate alguém depois que o santo bater, que a empatia funcionar. O que os noivos escolheram deve ser respeitado. Aproveite cada segundo da sua festa e acredite que ela é a mais perfeita da sua vida, nada podia estar melhor”


Edu Ribas


CRÉDITOS

1, 3 e 4. Edu Ribas Fotografia | 2. Jorge Scherer

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


ic indica

avatar

Carioca que, depois de começar a escrever sobre amor, conheceu um mineiro especial e agora sonha mais do que nunca com o grande dia. Divertida, decidida – às vezes nem tanto – quer levar a você o melhor do mundo wedding para que um dia, assim como ela, possa subir ao altar do jeitinho que imaginou.