Baixe
GRÁTIS
o seu
eBook!
x

À luz de velas: a inovação e expertise de Eliana Lipiani

Por  |  0 Comentários


Texto Juliana Vargas

Velas para casamento estão cada vez mais em alta, não é mesmo? E ninguém melhor do que ela, precursora no aluguel desses itens, para te ajudar nessa escolha!

Elas estão presentes na maioria dos encontros românticos: do primeiro jantar a sós ao pedido de casamento. Também fazem parte de alguns rituais que utilizam as velas como significado da união entre duas pessoas e a passagem para a vida a dois. Mas fato é que, independentemente do simbolismo que carregam, suas chamas conferem atmosfera de romance e encantamento, tanto na cerimônia quanto na recepção.

E foi exatamente por esse clima que a carioca Eliana Lipiani se apaixonou. Há cerca de 15 anos à frente da Aluguel de Velas, uma das mais tradicionais empresas do setor, a designer dá forma e cor a elementos decorativos singulares, capazes de proporcionar ao ambiente do casamento um ar intimista, acolhedor e, claro, muito sedutor.

Com DNA criativo, a marca ganhou renome e se expandiu: ao lado de sua filha Camila Lipiani, Eliana hoje também responde pela empresa Do Garimpo, especializada em objetos decorativos dos mais diferentes estilos. De bandejas a seat gardens, passando por espelhos venezianos, eles são a solução para personalizar o décor de qualquer casamento.

Velas para casamento - Foto

IC: QUEREMOS SABER UM POUCO DA SUA TRAJETÓRIA PROFISSIONAL. COMO SURGIU O INTERESSE PELAS VELAS?

EL: Depois de me formar em desenho industrial, trabalhei criando acessórios infantis e fui responsável pela execução de elementos decorativos para as vitrines de uma conhecida marca de sapatos. Comecei a trabalhar com velas por acaso, em 1998, quando fiz um curso e participei de uma Gift Fair. Fazia apenas para venda e, na ocasião, somente o meu estande oferecia velas decorativas com cores e essências. Foi um sucesso absoluto e vendemos para todo o Brasil.

IC: E O ALUGUEL DE VELAS, DE ONDE VEIO A IDEIA?  

EL: Ainda não pensava no aluguel quando, um dia, uma menina de uns 17 anos apareceu na fábrica para comprar velas para sua festa de aniversário. Ela fez uma seleção e o orçamento ficou muito alto, o que a deixou apreensiva com a reação de sua mãe. Eu até disse para ela que, se eu fosse a mãe dela, também não deixaria, afinal era um valor muito alto. E o que elas iriam fazer depois com tantas velas?

Na época, eu vendia a vela calculando o custo da parafina vezes quatro e nesse preço de venda ainda tinham impostos, despesas do escritório, mão de obra e lucro. Como tinha uma filha da mesma idade, entendi perfeitamente a situação e foi aí que resolvi propor o aluguel dessas velas. Ela usaria as velas, devolveria e pagaria apenas um quarto do valor. Até então, ninguém no mercado de festas fazia isso.

Velas para casamento - Foto Divulgação

IC: COMO ENTROU PARA O MUNDO WEDDING?

EL: Procurei decoradores como Monica Cordeiro Guerra, Ovídio Cavalleiro e Antonio Neves da Rocha e começamos a trabalhar com o foco no aluguel. Hoje estamos prestando esse serviço para os melhores profissionais do ramo de decoração de festas e eventos.

IC: QUE PRODUTOS E SERVIÇOS VOCÊ OFERECE ATUALMENTE?

EL: Nós gostamos muito de “embarcar” nos projetos dos decoradores, que são nossos principais clientes. Trabalhamos muito a decoração aérea com diversos modelos de lustres e de vidros para pendurar. Além disso, pintamos tudo da cor que precisam e até fazemos pinturas exclusivas!

IC: QUAL O SEU DIFERENCIAL EM RELAÇÃO AO MERCADO? 

EL: Nosso diferencial é a qualidade dos produtos e serviços, e o pioneirismo. Por exemplo, eu fui a primeira a pendurar jarras de vidro com parafina, em 2002, a criar velas para chão e lustres e a primeira a pintar vidros. Atualmente, possuímos um grande acervo de velas e produtos, mas também desenvolvemos, junto aos decoradores, materiais exclusivos.

Velas para casamento - Foto Divulgação

IC: AS VELAS INTERFEREM NA ILUMINAÇÃO DE UM CASAMENTO?

EL: As velas não iluminam o ambiente, elas se iluminam! Portanto, não interferem na iluminação e complementam a decoração, deixando o ambiente mais aconchegante e charmoso.

IC: QUE PREOCUPAÇÕES É PRECISO TER AO USAR VELAS NA DECORAÇÃO?

EL: Sempre recomendo não colocar velas baixas (pontos de luz) nas mesas de doces. O problema é alguém passar o braço por cima e acabar queimando a manga do vestido, por exemplo. Também acho que o bar deve ter fácil acesso, por isso não aconselho o uso de velas.

IC: COMO SURGIU A IDEIA DE FUNDAR A DO GARIMPO?

EL: Na verdade, foi uma requisição de alguns dos nossos parceiros decoradores. Então comecei a procurar peças diferentes que, assim como na Aluguel de Velas, também pintamos e personalizando para as decorações. Outro diferencial que interessa ao cliente é o fato de cobrarmos apenas o frete, um monte e um desmonte para quem trabalha com nossos objetos e velas.

Gostou de saber um pouco mais sobre a história de Eliana Lipiani? Conta para a gente!


Créditos

1 e 2-  |  3 e 4- Divulgação

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr