A matemática da lista de convidados

Por  |  1 Comentário



Se até o casamento de Kate Middleton com o príncipe William não ficou alheio a críticas pela ausência de diversas personalidades, por que o seu escaparia desse tipo de comentário? A matemática da lista de convidados é um assunto delicado, principalmente quando os noivos têm uma vida social intensa. A ideia é chegar em um denominador comum, condizente com o seu orçamento, para resolver a partir dela o lugar, buffet, bebida e tantos outros itens. Quem já subiu ao altar jura não sentir saudade dessa parte, mas com nossas dicas você vai aprender a se organizar melhor e encarar com mais leveza o mandamento número um dos preparativos.

cha-JULIANA-E-FABIO-INESQUECIVEL-9844-1024x478

Izys Moreira, casada há 01 ano e 4 meses

 Evite brigas e comparações entre noivos e pais dos noivos, deixando cada lado fazer uma lista sensata de todos que gostariam de convidar

 Para facilitar esse primeiro momento, divida em grupos: principais familiares, parentes, amigos próximos e distantes –  sim! tanto em convivência quanto em quilometragem – e colegas de trabalho e pessoas que não podem ficar de fora

 Tome cuidado com os agregados! Namorados, ficantes, adolescentes e amigos que querem acompanhá-los e liste todas as possibilidades para se precaver…

♥ Feito isso, junte as listas e sente-se com seu noivo para fazerem a seleção. É hora de excluir os nomes sem dó e piedade! Os pais costumam reclamar, mas, no final eles vão compreender

 Descarte de primeira parentes e amigos distantes menos importantes

 Se trabalharem em uma grande empresa, mande um convite apenas para os colegas próximos

 Lembre-se: se uma pessoa representa 05 no total (filhos, marido e pais), ela pode ser excluída caso não tenha tanta afinidade com o casal

  Troque ideia com as mães! Elas nos dão trabalho, mas conhecem algumas pessoas há mais tempo e podem dar dicas úteis de quem deve sair da lista ou não

 Pense no quanto se gasta por pessoa e escolha quem realmente faz parte da sua vida. Faça uma planilha do total de gastos do casamento. Isso ajuda na hora de excluir

 Prepare seu emocional para retaliações, elas virão de qualquer maneira. Muitos ficam realmente chateados por uma eternidade por não terem sido convidados

 Não se sinta culpada! Afinal poucos são filhos do Tio Patinhas e conseguem não se importar com a pequena grande fortuna dispensada durante os preparativos

ANA-TEREZA-E-ALEXANDRE-INESQUECIVEL-070-4270-1024x455

Alexandre Barros, cerimonial

 Não adianta fazer uma lista enorme se o orçamento para organizar for baixo. Portanto, antes de tudo, esteja ciente do quanto pretende gastar

 Use sempre o critério de afinidade, do maior para o menor grau

♥ Se a lista não tiver muito apertada, inclua amigos de seus pais. Mas dê preferência a seus convidados,  afinal, o casamento é de vocês!

 Na hora do corte, comece por quem estiver convidando apenas por protocolo

 Não convide pessoas de fora achando que não irão comparecer. Normalmente eles se sentem privilegiados e fazem questão de irem (datas em feriado ou férias facilitam a ida de quem mora longe)

 O tempo ideal para você enviar os convites para quem reside em outra cidade é de 03 meses de antecedência. Convidados locais podem receber com 02 mês de antecedência

 Os padrinhos são convidados precisam ser convidados com 04 meses de antecedência

 É aconselhável colocar o prazo de confirmação no convite de 10 a 15 dias antes do evento

 O RSVP é interessante para o casal ter noção, ainda que de modo aproximado, da quantidade de convidados. Ele viabiliza convidar outras pessoas que não estavam inclusas na lista inicial, caso alguém descarte sua presença

 Não se assuste! Nem 50% dos convidados confirmam, e é aí que o cerimonialista entra, ligando para cada convidado. Assim, será possível passar um número mais aproximando para o serviço de buffet, decoração e tantos outros…

 Mesmo com a confirmação de presença, disponibilize de 5 a 10% a mais de lugares

 Após finalizar a lista é hora de pesquisar o nome completo dos convidados e acompanhantes, endereço e telefone. Os dados corretos facilitam na hora na entrega do convite e de confirmar as presenças

Crédito-Renato-Moreth-1-1024x455

Espaço Hípica, Bufê

 Após fechar a lista de convidados, deve-se decidir o tipo de bufê: coquetel, finger foods, serviço volante, jantar tradicional, franco-americano, jantar à francesa, à inglesa ou empratado

 Casamentos com muitos convidados necessitam de cozinhas bem estruturadas e equipadas. Converse sobre isso com o bufê contratado!

 Informe as atualizações de RSVP ao bufê. Pequenas variações (5% a 10%) no número de convidados são suportáveis, mas mudanças maiores podem ter efeitos indesejados para todos

 Garçons podem ser contratados juntos ao bufê ou não. Quando é realizada pela noiva, os chefes se encarregam de indicar maitres e equipes de garçons

 A quantidade de garçom varia de acordo com o tipo de serviço. Coquetel ou finger food é 1 garçom a cada 15 convidados; jantar franco-americano 1 garçom a cada 2 mesas; serviço à francesa, à inglesa e empratado 1 garçom a cada mesa

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Jornalista mineira, dona de uma coleção de sonhos e apaixonada pelo o que é leve. Nunca subiu ao altar, mas nutre a certeza de chegar lá com seu amor da vida. Adora combinar palavras para contar histórias e assume ter uma queda por casamentos ao ar livre.