Ei noivos, essa brincadeira não é tão engraçada

Por  |  0 Comentários


Texto: Luiza Morena

Após uma semana na qual o assunto machismo foi amplamente discutido, decidimos trazer o tema para o nosso universo de amor. Sim, afinal se o casamento é a oficialização do relacionamento e a celebração da felicidade de um casal, nele, o machismo não tem vez, não é mesmo? Ooops! Essa matéria é para abrir os seus olhos e a cabeça. Por isso, vale compartilhá-la nas redes sociais, enviar para o noivo e até viralizar no grupo de whatsapp dos padrinhos, ok?

Nosso objetivo não é gerar polêmica. Ou talvez seja afinal existem aquelas boas e até mesmo necessárias. Mas muito mais do que isso é te fazer refletir sobre estereótipos há muito tempo arraigados em nossa cultura e que já fazem parte – acredite! – de certo pensamento comum. Inclusive, no matrimônio. Exatamente sobre o que nós estamos falando? De detalhes que para um olhar desatento podem soar como engraçados, mas que reforçam uma posição cada vez mais careta de que o casamento é uma obrigação para os homens, um fardo ou coisa do tipo. Ah… Vai dizer que você nunca ouvir essa?

Spoiler alert: nossa redação é 100% feminina (e feminista!), porém antes mesmo de entrarmos com essa pauta perguntamos a opinião de colegas de trabalho, amigos e, claro, de noivos que já estiveram em nossas edições. Para nossa infelicidade – e felicidade – todos identificaram que existe sim, ainda nos dias de hoje (alô, 2017!), uma visão preconceituosa e cabeça fechada de que muitos homens veem o fim da linha quando estão subindo ao altar. Oi?

Esperamos que a última afirmação também soe absurda a você e, por isso, explicamos a dualidade felicidade/ infelicidade ali em cima. Em primeiro lugar, é claro que não é legal saber que esse tipo de comportamento existe justamente no momento que representa um dos maiores laços de amor e a sua celebração. Por outro lado, seria muito pior se a todas as pessoas a quem fizemos esse questionamento nada soasse estranho, não é mesmo? Esse tipo de pensamento ainda existe sim, mas já é muito criticado pelos namorados, noivos e maridões por aí!

Por isso, decidimos criar uma lista de DONT’S! Sim, daqueles detalhes que podem ficar de fora do seu casamento que não vão fazer tanta falta assim, vai… Talvez você ainda não os tenha visto com esses olhos, mas temos certeza de que depois dessa matéria o topo de bolo da foto abaixo não será mais tão engraçado assim…

↓ TOPO DE BOLO: NOIVO SENDO FORÇADO AO CASAMENTO

Machismo no casamento - Crédito: Divulgação

↓ PLAQUINHAS NA CERIMÔNIA: “NOIVO, AINDA DÁ TEMPO DE FUGIR!”

Machismo no casamento - Crédito: Divulgação

↓ BRINCADEIRA ENTRE OS PADRINHOS: CASAMENTO VISTO COMO GAME OVER

Machismo no casamento - Crédito: Divulgação

↓ ESTEREÓTIPOS QUE REFORCEM A IMAGEM DA MULHER COMO “DESESPERADA” PARA CASAR E O HOMEM COMO REPULSIVO À IDEIA

Machismo no casamento - Crédito: Divulgação

Com a palavra, Luis Gustavo, o maridão da Pérola (veja o casamento deles!)

“Durante os preparativos do casamento sempre conversávamos sobre esse pensamento machista e até sobre como algumas pessoas lidavam com a “despedida de solteiro”, como se nunca mais fossem sair ou se divertir na vida, como se o casamento fosse uma prisão. Para começo de conversa, a questão da posse é errada quando se trata de qualquer pessoa, independente de ser homem ou ser mulher: pessoas são livres para escolherem suas vontades. Quando penso no casamento, acho que não existe obrigação, só a vontade de estar um com o outro. Entre os amigos e as pessoas de convívio próximo, ainda costumamos brincar que era eu quem estava com vontade de casar haha (e é verdade!).

Sempre brinquei com a Pérola, quando namorávamos, que era só ela me dar um sinal que eu faria o pedido! E aposto que isso acontece com muitos homens: querem encontrar uma família, mas não têm coragem de assumir isso pelo machismo que existe na sociedade, que insiste em dizer coisas do tipo: “você é muito novo”, “é melhor aproveitar mais”, “meu Deus, já vai se amarrar?”, “já colocou as algemas” e por aí vai… Ainda há certo espanto em querer ficar com uma só pessoa para o resto da vida e o machismo está aí, porque o espanto é ainda maior quando esse desejo vem de um homem.

Ao contrário de muita gente, não vejo o casamento como o famoso “game over”, mas sim como uma evolução: você passa a ter a sua parceira do seu lado para te apoiar e acompanhar 100% na vida, nos objetivos e nos sonhos (e também fazer o contrário, afinal ela também tem os seus objetivos e sonhos!). Quanto mais o nosso relacionamento amadurece, mais vejo que o casamento foi a melhor escolha!

A vida é muito mais fácil quando estamos com alguém ao nosso lado e não por obrigação, mas por escolha. Se eu pudesse sugerir algo para o topo do bolo ideal seria uma coroa para a noiva, porque elas devem ser sempre tratadas como rainhas!”

Pérola e Luis Gustavo

Por aqui na Inesquecível, todo mundo assina embaixo Luis! Então, convidamos aos noivos que lerem essa matéria a deixarem o seu comentário!

Temos certeza de que a cada dia que passa veremos menos brincadeiras machistas com relação ao casamento!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr