Pesquisa revela que pessoas casadas são mais felizes e têm mais dinheiro

Por  |  0 Comentários


Pesquisadores do Canadá comprovaram através de um levantamento que casar faz bem e potencializa a felicidade! Ficou curioso? Saiba mais detalhes!

Não é à toa que publicamos histórias de amor todos os dias. Acreditamos fielmente na felicidade da vida a dois. Sim! Desafios, desentendimentos e dores de cabeça certamente virão, mas quem disse que não são fatores que potencializam uma relação? A vida é bela! Para todos os que encontram o privilégio de cultivar uma união eterna, essa matéria é para vocês.

Um estudo publicado no National Bureau of Economic Research por John Helliwell e Shawn Grover – ambos do Canadá – revelou que pessoas casadas são mais felizes do que as solteiras e divorciadas. Os pesquisadores analisaram o quanto o casamento afeta o bem-estar do homem, em especial, levando em consideração a renda e o estado de espírito. Curioso, não?!

Casar faz bem: noivos felizes - Foto Jorge Sherer

CASAR FAZ BEM!

A pesquisa avaliou o nível de felicidade dos casais como indivíduos antes do casamento. A partir disso, foi possível perceber o quanto a mulher muda a vida de um homem. O levantamento apontou quatro conclusões interessantes:

  1. Quem casa é mais satisfeito com a vida do que quem permanece solteiro, levando em consideração o nível de felicidade antes do casamento
  2. Os benefícios do casamento persistem em longo prazo
  3. O casamento ganha mais força na meia-idade, pois é a fase na qual as crises emocionais costumam ser mais frequentes e a união potencializa o companheirismo ainda mais
  4. O homem que tem sua esposa como melhor amiga tem o dobro de benefícios financeiros. O estudo mostrou que a riqueza do casal é, em média, quatro vezes maior do que quando eles estavam solteiros

Casar faz bem: cenário de arquitetura barroca - Foto Marcelo Andrade

Segundo Halliweel, os maiores benefícios do casamento surgem em ambientes de alta tensão. “Pessoas casadas lidam melhor com os conflitos da meia idade, por que elas compartilham a carga emocional e uma amizade mais profunda”, afirmou o pesquisador em uma entrevista para o jornal  New York Times.


Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Jornalista por paixão e vocação. Cativante, a carioca é dona de uma vida agitada e não nega ser romântica de alma, incurável. Adora casamentos e, desde que disse SIM para o amor da sua vida numa linda cerimônia ao ar livre, vive ainda mais encantada por esse universo.