23 dicas para arrasar no bufê do casamento

Por  |  0 Comentários


São 23 dicas que todos os noivos precisam saber… Da escolha da empresa à escolha do menu ideal para cada estilo de casamento. Fiquem aqui porque vocês não vão se arrepender!

De doces: bolos, docinhos, chocolates, dragées, cupcakes, sobremesas, bem-casados. De salgados: coquetel, salgadinhos e jantar – com direito a entrada e prato principal. De quebra, um cafezinho para ajudar na digestão. E bebidas – alcoólicas e não alcoólicas – durante todo o evento. Ufa! Essas são apenas algumas das preocupações básicas que os noivos devem ter no checklist do bufê para a festa.

Obviamente existem muitas – e infinitas! – variações, afinal, ele deve estar em harmonia com o estilo de cada casamento. Mas um fato é certo: é preciso servir os convidados da melhor maneira possível! Por isso, veja as dicas que selecionamos para acertar em cheio nos “comes e bebes”.

♥ CLAUDIA PORTEIRO BUFFET

  • Antes de qualquer contratação, é muito aconselhável que os noivos façam uma degustação dos pratos oferecidos pela empresa.
  • Na hora de elaborar o cardápio, é fundamental considerar a estação do ano. Se no verão os cardápios combinam com itens mais refrescantes e coloridos, o inverno pede pratos quentes, que dão sensação de conforto.
  • Se existirem convidados estrangeiros, separem um espaço especial no cardápio para apresentar a eles pratos típicos brasileiros, como a coxinha gourmet, o bobozinho de camarão e até dadinhos de tapioca.
  • Para acertar no cálculo da bebida, sigam a seguinte matemática: uma garrafa de espumante ou champanhe para duas pessoas; uma garrafa de uísque para dez pessoas; uma garrafa de cerveja para duas pessoas ou três unidades long neck por pessoa.
  • Se a intenção é fazer a pista bombar, o serviço de menu degustação é a melhor opção, porque deixa os convidados à vontade para comer no momento e no lugar que quiserem.
  • Para festas contemporâneas, a tendência é montar um bar com todas as bebidas oferecidas: água, refrigerantes, cerveja (long neck é mais indicada), uísque, champanhe ou espumante, vinho tinto, vodca (servida com sucos de uva e lichia, por exemplo) e até cachaças.
  • Para as surpresas da madrugada, tostex, milk-shake, mini-hambúrguer, minitemaki e minichurros são opções modernas que também fazem o maior sucesso!
  • O conceito de food art show está com tudo! A ideia é trazer a cozinha para dentro da festa e preparar os pratos na frente dos convidados – que podem conferir cada ingrediente usado.
  • Encante os convidados após o jantar com ilhas de sobremesas. Além de deliciosas, elas proporcionam um impacto visual maravilhoso, difícil de resistir!

♥ BALSAMICO BUFFET

  • Pesquisem informações sobre como a empresa contratada trabalha e se o estilo de gastronomia praticada por ela está de acordo com o que imaginam.
  • Analisem se todos os pontos tratados verbalmente estão inclusos no contrato, como o número de itens no coquetel, no jantar, nas sobremesas e comidinhas da madrugada. Verifiquem também se o numero de garçons prometido é o que reza em contrato, assim como o tipo de material que será utilizado (pratos, copos, talheres, etc…)
  • Bufê, decoração e espaço precisam se entender para trabalhar juntos. Por isso, é essencial que antes do fechamento do contrato, o bufê faça uma visita técnica ao local do evento e verifique suas instalações e estrutura.
  • Indiquem sempre ao bufê o perfil dos convidados (se a maioria é jovem ou idosa), a disposição das mesas (se a maioria ficará sentada ou em pé), e se, por algum motivo religioso, há alguma restrição alimentar. Todos esses fatores influenciam nas sugestões de cardápio que a empresa pode propor.
  • Optem por um menu balanceado, sem o uso excessivo dos alimentos. Hoje em dia é muito comum ter celíacos em eventos, então é necessário ter, dentro das escolhas, algum prato sem glúten e lactose, criando alternativas para todos os presentes.
  • No caso das bebidas do casamento, para o verão, a preferência vai para os vinhos brancos jovens ou rosés – que são mais frutados e elegantes –, assim como espumantes, drinques elaborados com frutas, e cervejas mais leves e menos encorpadas. Para o inverno, invistam sem medo no vinho tinto, conhaque, grappa e até vinho quente.
  • Tendências como o finger food estão com tudo! São opções fáceis de agradar e que trazem praticidade, já que os convidados podem degustar com ou sem o uso de pratos e talheres.

Opção de menu para coquetel de casamento - Fotos Nellie Solitrenick

♥ TONINHO MARIUTTI 

  • Procurem por empresas que tenham referências e, de preferência, que sejam indicadas por conhecidos. É indispensável que o bufê seja farto e tenha qualidade na hora de servir.
  • Leiam com muita atenção o contrato, atentando não só para número de funcionários do bufê, para o número de convidados acertado e o valor de horas extras, mas principalmente quanto será cobrado a mais por cada pessoa extra. A porcentagem deve ser aceitável!
  • O estilo de casamento influencia diretamente em qual tipo de comida e bebida serão servidas, por isso é imprescindível deixar bem claro o horário, o local e a época do ano que a festa será realizada.
  • Se o casamento for em um local aberto, o calor e o frio devem ser levados em conta tanto na cozinha, como na disposição do bufê pelo salão. Ar-condicionados são imprescindíveis para o verão, assim como lareiras para o inverno. Essas opções garantem uma boa produção dos pratos e também evitam que estraguem ou que percam a temperatura ideal.
  • Uma ilha gastronômica ou antepasto é uma superopção para recepcionar os convidados! Com petiscos como queijos e carnes leves, essa entrada garante conforto – já que ameniza a fome até o jantar ser servido – e também permite que, quem esteja atrasado, não perca o jantar, já que a novidade é servida normalmente durante as duas primeiras horas de festa.
  • “A comida é como roupa, tem hora certa de usar”. Por isso, para lugares frios, dê preferências a sopas, caldos e receitas cremosas, como a paella e o creme de cebola. Para lugares quentes, invistam em saladas, grãos, grelhados e pratos com toques orientais, já que são menos condimentados e trazem mais frescor.
  • Se o bufê do casamento for personalizado ou temático, garantam sempre que alimentos básicos também existem no menu, afinal, os pratos têm que agradar a todos os gostos.

Antepasto para bufê de casamento - Fotos Salvador Cordaro

Conhece nosso Guia de Fornecedores? Veja quem são os profissionais mais indicados pela Inesquecível Casamento e acerte na escolha!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Uma sagitariana que tem a alegria como dom. É carioca, jornalista, tem 20 poucos anos e adora ser chamada de Duda. Como uma amante incurável de sorrisos e amores, espera que seu grande dia seja repleto deles. E que, assim como ela, você se torne uma multiplicadora fiel dessa dupla!