Baixe
aqui
seu
E-BOOK
x
  • Cadastre-se
  • Entrar
  • Olá, visitante

Bebidas de casamento: tudo o que você precisa saber

Por  |  0 Comentários


Texto Ana Siqueira e Carolina Furtado

A escolha das bebidas de casamento sempre tira o sono dos noivos. Com tanta variedade, como ter certeza de tomar a decisão acertada para seus convidados? Nós damos as dicas!

Na hora de selecionar que tipos de bebida oferecer em seu casamento, não se esqueça: o horário, o cenário e a estação da comemoração devem fazer parte da equação – além, é claro, do cardápio de comidas. Na visão de Jamile Nauderer, da Casa Perini, conhecer o público do evento também é essencial. “É importante analisar se os convidados preferem espumantes secos ou suaves, vinhos encorpados ou mais leves”, afirma a especialista.

Noivos na vinícola - Foto: Everton Rosa

Valeria Viedma, da Freixenet, lembra que a tradição do produtor e a reputação da marca no mercado são outro ponto a se considerar. Afinal, a qualidade é sempre mais importante do que a quantidade ou variedade das bebidas escolhidas, não é mesmo?

PLANEJAMENTO: UM IMPORTANTE ALIADO  

Para não errar, a dica é clara: experimente! Com o cardápio da ocasião em mãos e o auxílio de um especialista, o casal deve degustar diferentes tipos de bebida para então escolher as que mais combinam com o seu casamento. “Eles precisam ter equilíbrio para proporcionar uma experiência agradável ao convidado”, enfatiza Jamile, lembrando que a antecedência da escolha garante o sucesso das combinações.

Para André Lorio, da Mille Vini, durante momentos de instabilidade econômica, em que inflação e variação cambial são importantes elementos da equação, é melhor realizar a escolha das bebidas o quanto antes. Leonardo Rizzo, da Cia do Rizzo Bartenders, recomenda que a contratação do fornecedor seja feita com cerca de um ano de antecedência. Já a escolha das bebidas, com ao menos quatro meses.

Chandon - Foto: Feel Produtora

HARMONIZAÇÃO, PALAVRA CHAVE PARA VINHOS E ESPUMANTES

No momento da degustação, o profissional irá dizer aos noivos que tipos de bebida combinam com as comidas escolhidas por eles. Outro fator que deve ser considerado nesse momento é o estilo do serviço. Um bufê empratado é ideal para servir vinhos tintos mais estruturados, já que os convidados poderão degusta-los da maneira correta. No caso de bufê em ilhas ou finger foods, o espumante é sempre a melhor pedida por seu grande leque de harmonização.

É claro que cada festa tem suas particularidades, mas a Casa Perini destaca o que não pode faltar na hora de escolher o seu cardápio de bebidas. Anote aí!

  • 1 variedade de espumante moscatel
  • 1 variedade de espumante brut – que pode variar entre prosecco, brut, extra-brut ou brut rosé.
  • 1 variedade de vinho branco
  • 2 variedades de vinhos tintos, um leve e outro encorpado

Opções de vinhos e espumantes - Foto: Acervo Casa Perini e Studio Lince

No que diz respeito às quantidades, Sylvia Sitnoveter – cofundadora da Wines and Roses – recomenda que seja dada mais ênfase aos espumantes. “Borbulhas significam brinde”, brinca. Os vinhos, por outro lado, são uma cultura nova no Brasil. Por isso, sua sugestão é que 50% deles sejam comprados sob consignação.

Isso significa que uma quantidade extra de bebidas será adquirida com um cheque calção. Caso não seja consumida, o dinheiro retorna para o casal. “Apenas quem fica sentado bebe vinho. Os jovens dançam a noite toda e geralmente bebem espumante e drinques”, explica. Sylvia não poderia ser mais gabaritada no assunto: a Wines and Roses foi a primeira empresa a oferecer serviços de consignação no Rio de Janeiro.


Leia mais

+ Whisky no casamento: tradição no openbar

bg-divisoria

+ Trend alert! Drink personalizado para casamento

bg-divisoria

+ 8 ideias de bebidas refrescantes para seus convidados


ETIQUETA: COMO E QUANDO SERVIR OS CONVIDADOS?

A forma e o momento em que as bebidas são oferecidas também têm importância ímpar em um casamento. Na visão da Casa Perini, o ideal é iniciar a oferta de espumantes primeiro, como uma espécie de boas-vindas. No momento do jantar os vinhos passam a ser servidos pelos garçons, que apresentam as garrafas aos convidados na seguinte ordem: brancos, tintos leves e encorpados.

Espumante - Foto: Divulgação Freixenet

A Freixenet dá o caminho das pedras: “Aconselhamos servir espumante durante todo o evento, principalmente o brut. Para o brinde, caso seja seguida do bolo, recomenda-se o demi sec, que harmoniza melhor com doces.” No que se refere aos vinhos, as melhores opções para acompanhar as sobremesas são os que têm maior açúcar residual (como Sauternes ou Moscato Giallo).

As taças também assumem papel importantíssimo na valorização das bebidas. Para os tintos, taça com bojo; para vinhos branco ou rosé, tulipa de Bordeaux; para os espumantes, taça flute. Outra dica é encher apenas um terço do recipiente, deixando espaço para que a bebida libere seus aromas e seja agitada sem perigo de sujar o convidado.

E OS WHISKY?

Opção sofisticada e tradicional para o seu openbar, os uísques são figurinha marcada de qualquer casamento. Na opinião da Cia. do Rizzo, a escolha deve ser feita com base no gosto dos pais dos noivos, já que a bebida costuma ter maior popularidade entre os mais velhos. Por isso, o ideal é que seja servida por garçons, mas também conte com um apoio no serviço do bar. Mas lembre-se: tudo depende do perfil dos seus convidados!

Whisky - Foto: Divulgação

Drinques de uísque: o tradicional repaginado! Para conquistar o público mais jovem, muitos fornecedores estão apostando em drinques que misturam o uísque a outros ingredientes. A Help! Bar, por exemplo, investe cada vez mais no Whisky Sour, uma bebida feita a base do destilado, mas inclui suco de limão siciliano e proteína.

“Indicamos muito o scotch [nome dado aos uísques produzidos na Escócia], mas os Bourbon [feitos nos Estados Unidos] vêm ganhando um grande mercado entre o público de 30 a 40 anos. Hoje é muito comum encontrar os dois tipos em um casamento”, explica Leonardo Rizzo.

Dica de expert: para um destination wedding, cuidado com as quantidades! “Como todos estão em uma espécie de “miniférias”, o consumo é bem maior do que o normal”, alerta Guilherme Quelotti, da Livimport.

Melhores opções de bebidas - Fotos: Cave Geisse e Pernod Ricard

E aí, curtiu as nossas dicas de como escolher as suas bebidas de casamento? Em nosso site damos muitas outras dicas, inclusive para quem estiver interessado nos bares com drinks de vodka e outros destilados. Vem ver!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr

Vote!