Baixe
aqui
seu
E-BOOK
x

Uma Aventura no Deserto

Por  |  6 Comentários


Não poderia ter sido melhor a escolha da agência de turismo Viagens Marrocos  para nossa aventura no deserto de Merzouga, no Saara. Essa  empresa de Marrocos faz excursões personalizadas com guia  em português, assim tivemos privacidade e um roteiro preparado especialmente para nós.

Na véspera da viagem, Omar Bakabou, nosso guia e sócio da empresa, que fala português fluentemente, nos levou ao supermercado para comprarmos cerveja, pois no caminho não teríamos onde conseguir bebida alcoólica e muito menos no deserto, é claro! Na época do Ramadan, período de oração, jejum e contemplação para os muçulmanos, quando diminuem suas atividades cotidianas e só podem comer ou beber do pôr do sol até o amanhecer, só turistas têm autorização para fazer essa compra, entra-se num espaço fechado, trancado com cadeado, na porta um segurança  examina e anota os dados  do passaporte de quem vai entrar. Não é permitido fotografar essa área.

Supermercado em Marrakech Foto Roberto Pereira

Partimos bem cedo, bastante empolgados com os 3 dias que viriam pela frente.  Avistamos logo na saída da cidade as famosas e imponentes montanhas do Alto Atlas. O Land Rover ia rodando tranquilamente pela excelente estrada enquanto nós íamos apreciando a vista. Paramos algumas vezes para tirar fotos.

Caminho para Ouarzazate Roberto Hilma  Raul Claudia

Subíamos e  descíamos pelas fechadas curvas da estrada, vendo rios e cascatas, povoados e seus moradores.  Estávamos percorrendo a antiga rota das caravanas entre o  Saara e Marrakech.

Placa Stop na estrada Foto Roberto Pereira

Refrescando no caminho Foto Roberto Pereira

Assim atravessamos as montanhas do Alto Atlas, chegando até o pico Tizi N’Tichka, a 2.610 m de altitude. Paisagens espetaculares nos fizeram interromper a viagem muitas vezes.

Atravessando o Grande Atlas Foto Roberto Pereira

Visitamos as ruínas do kasbah AitBen Hadou, cidade fortificada, em Ouarzazate, conhecida como “Hollywood do deserto”, pois serviu de cenário para filmes como Gladiador, A Jóia do Nilo, A Última Tentação de Cristo (de Martin Scorcese) e a também para a novela brasileira O Clone. 

Ruinas da kasbah AitBen Hadou Fotos Roberto Pereira

Parada para fotografar Roberto Omar Raul Claudia

Hollywood do deserto Foto Roberto Pereira

Numa das paradas no caminho, conhecemos uma fábrica do argan, o”ouro de Marrocos“, onde é feito o óleo das amêndoas dos frutos secos de argan uma árvore que só existe  em Marrocos. Usado como óleo na culinária, é um ótimo anti-oxidante, anticancerígeno, reduz a hipertensão e colesterol, etc, enfim muito bom para a saúde.  Útil na indústria cosmética, para pele, como hidratante e antirrugas, para o cabelo, dando brilho e flexibilidade. Cláudia e eu  não resistimos e compramos óleo para a pele e creme para os olhos… vamos esperar os efeitos!

Argan depois de processado Foto Roberto Pereira

Depois passamos pela Garganta de Dades e ao final do dia chegamos ao Vale de Dades para pernoitar no Dades Xaluca Boumalene, excelente  hotel com decoração marroquina e vista para o Vale do Dades. Tivemos um delicioso jantar onde não faltou o cuscuz marroquino, as sobremesas de mel e o chá de menta.

Entrada hotel Xaluca em Dades Foto Roberto Pereira

Hotel Xaluca em Dades Foto Roberto Pereira

Na manhã seguinte continuamos nossa viagem. Paramos no caminho para conhecer os famosos animais fossilizados e  os artesanatos em pedra: ametistas, ônix e quartzo, do povo amazigh, também conhecido por berbere (povo nômade do norte da África). Compramos algumas peças como lembrança.

Fosseis Minerais Museu e loja Foto Roberto Pereira

Chegara a hora de pegar a estrada e ir entrando lentamente na alma do deserto até surgir a nossa frente o majestoso Deserto do Saara.

Que espetáculo!

Os dromedários já nos aguardavam  pacientemente para nos transportar pelo deserto de areia. Nosso guia Omar conversou com Eli, o guia da caravana, dando as últimas orientações, pois enquanto andaríamos pelas dunas do deserto de Merzouga (parte do deserto do Saara),  por uma hora e meia, Omar iria dirigindo o Land Rover por outro caminho e nos aguardaria nas tendas.

Dromedarios com o guia Eli e nosso guia Omar Bakabou Foto Roberto Pereira

Estava ansiosa e com medo de não aguentar ficar tanto tempo montada nesse animal tão estranho para mim!… E a caravana parte… Fortes emoções nos aguardavam!

Caravana no deserto de Merzouga Foto Roberto Pereira

Saímos antes do pôr do sol para assistir ao espetáculo no meio das dunas do deserto. Indescritível a beleza do lugar!

Roberto e o deserto

Quando o sol estava quase se pondo, nosso guia Eli parou a caravana e descemos dos dromedários. Ele nos mostrou uma duna bem alta, disse para subirmos nela e apreciarmos o espetáculo, enquanto ele iria rezar e comer… afinal, estávamos no Ramadan. Foi um lindo momento, jamais esquecerei esse encontro do amazigh com sua fé no meio do deserto!

Ao chegar ao acampamento, ficamos perplexos com o luxo e conforto das tendas no meio do nada… Um amazigh nos aguardava com chá de menta, o que foi muito revigorante depois do calor e emoção da viagem.

Amazigh nas tendas de luxo do deserto Foto Roberto Pereira

Tenda de luxo no deserto de  Saara Foto Roberto Pereira

A tenda de dormir tinha cama, com lençóis de puro algodão e manta de seda, pufes, sofá e banheiro completo, só faltou ar refrigerado.

Tenda de luxo no deserto de  Saara Foto Roberto Pereira

Na grande tenda ficavam os sofás, mesas e cadeiras. Nela jantamos e bebemos comemorando essa aventura incrível, saboreando o melhor kafta de toda a viagem pelo Marrocos.

Tenda de luxo no deserto de  Saara Foto Roberto Pereira

Tenda de luxo no deserto de  Saara Foto Roberto Pereira

Após o jantar os amazighs, que arrumaram as tendas, cozinharam e nos serviram, fizeram, especialmente para nós, uma apresentação musical com seus instrumentos tradicionais, ao ar livre, no espaço central entre as  tendas. Foi maravilhoso participar desse momento, debaixo do céu mais estrelado que já vi na vida e no meio do silêncio do deserto onde só ouvíamos a voz deles e o som dos instrumentos! Roberto fez um filminho que coloquei para vocês, se quiserem ver é só clicar na seta.

Fomos dormir cansados, mas felizes. No dia seguinte teríamos que acordar muito cedo para ver o sol nascer!

Que espetáculo magnífico!!!

Amanhecendo nas tendas do deserto Saara Foto Roberto Pereira

O sonho estava acabando, os dromedários aguardavam quietos na areia o momento de seguirem viagem…

Descanso dos dromedarios Foto Roberto Pereira

E assim o guia Eli partiu, deixando para sempre em nossa memória uma linda imagem dessa inesquecível aventura no deserto!

Adeus Eli Foto Roberto Pereira

Se vocês quiserem sentir as emoções de uma viagem ao deserto, consultem as agências de viagem e hotéis que a Inesquecível Casamento recomenda no Guia de Fornecedores.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

Casada, mãe de três filhos e avó-coruja de seis netos. Formada em Português Latim, Línguas e Literaturas pela UERJ, gosta de descobrir novas culturas e viajar mundo afora. Organizada, sabe planejar meticulosamente cada roteiro para usufruir do melhor a um custo justo. Com o passaporte carimbado, ela compartilha aqui suas experiências.