Baixe
aqui
seu
E-BOOK
x

“Facetruque”: fuja dos pseudos-djs das redes socias

Por  |  0 Comentários



Eles são assíduos nos posts, mas será que são tão bons para animar a pista quanto são para ganhar likes?

Quantas formas de pagamento você conhece? Sem pensar muito, lembrei do Smiles da Gol, das bolinhas do Dotz, pontos Multiplus que podem ser trocados, programa Premmia da Petrobrás, Km de Vantagens do Ipiranga, só para citar alguns. Agora está surgindo uma nova moeda que tem cada vez mais DJs aderindo, o post nas redes sociais!

Eu tenho o costume de seguir vários DJs para acompanhar e entender melhor a maneira que cada um se promove nas redes sociais. O perfil de uma DJ que eu sigo parece uma revista Playboy. Ela posta muitas fotos sensuais, mas pouquíssimas imagens e vídeos dela tocando de verdade. Ser DJ faz parte do show. Isso é cada vez mais frequente e, infelizmente, brincar de DJ virou uma profissão.

dj-de-casamento-rj-andre-werneck-mesa-high-tech-foto-Rodrigo Sack

Agora eu vou fazer uma pergunta para você, noiva, que está procurando um DJ para a sua festa: qual a diferença entre um amador e um profissional? Para responder, eu vou usar como exemplo do futebol. Sabe aquele cara que adora jogar bola com os amigos, trabalha o dia todo, mas nunca perde uma pelada?! Pois é, ele pode adorar o que faz, mas é um amador. O profissional é o cara que vive do futebol, acorda cedo para treinar – faça chuva ou faça sol – precisa cuidar da sua saúde, e tem um treinador para orientá-lo com o objetivo de crescer na carreira. Como os DJs é a mesma coisa.

Comandar uma festa cobrando pouco – ou até mesmo nada – só para postar fotos nas redes sociais e ganhar muitas curtidas é o objetivo de um DJ amador. Um DJ profissional, comprometido com a sua carreira, com a sua marca e com a satisfação de seus clientes não pode entrar nessa briga de preços, como tem acontecido muito. O profissional precisa fazer o seu melhor, buscar a satisfação plena dos seus clientes e não permitir que as pessoas decidam quanto vale o seu trabalho, o seu serviço. O profissional precisa mostrar o quanto vale.

noivos-animados-casamento-no-campo-foto-Muniz e Maia Fotografias

Muitos DJs que hoje estão no topo ralaram muito no início da carreira, jogaram “muitas peladas” para crescer e foram subindo de nível para chegar aonde estão hoje. São etapas que precisam ser cumpridas. É assim em todas as profissões, é assim na vida. Os amadores sempre questionam sobre oportunidades, parcerias e recursos. Mas o ponto principal é: sua festa de casamento só vai acontecer uma vez e o DJ é um dos profissionais mais importantes no sucesso do evento. Se ele falhar, não tem cerimonial, não tem decoração, não tem bufê e nem bebida gelada que faça a sua festa bombar! Se ele arrebentar, eu garanto que a sua festa será inesquecível! Essa é a lembrança que você levará para sempre!

Antes de definir a contratação do seu DJ, pesquise muito, busque informações e procure consultar pessoas que já tiveram alguma experiência com o seu trabalho. Se for preciso, defina as prioridades e refaça a sua planilha de custos. Não contrate o DJ da sua festa apenas pelo preço e muito menos se baseando nos posts das redes sociais. Essa dica pode fazer toda diferença na sua festa e na realização dos seus sonhos.

Muitas felicidades!


CRÉDITOS: 1. Rodrigo Sack | 2. Muniz e Maia Fotografias

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someonePrint this pageBuffer this pageDigg thisShare on RedditShare on Tumblr


avatar

DJ expert há 30 anos e pai de três filhos, ele dividiu sua experiência no livro Histórias Inesquecíveis de Casamentos, onde conta casos inacreditáveis e prova todo seu profissionalismo. Respira música e mistura seu feeling com arte, já que é formado em Design e pós-graduado em Marketing. Suas maiores paixões? Filhos e música. Adora scuba diving!